​Programa de Residência Médica inicia atividades na Unifebe

Residentes começaram suas atividades no Hospital Azambuja

​Programa de Residência Médica inicia atividades na Unifebe

Residentes começaram suas atividades no Hospital Azambuja

Foi pelo desejo de ajudar ao próximo que Tamires Soares Hoffmann escolheu se dedicar à área da saúde. Sua primeira formação foi em Enfermagem e logo na sequência ingressou em Medicina. Agora, Tamires faz parte da primeira turma de Residência Médica da Unifebe, que marca um momento histórico para a Instituição e para a saúde de Brusque.

O programa de Residência em Clínica Médica teve início nesta quinta-feira, 1, no Hospital Azambuja que é parceiro do projeto.

Durante a especialização, os residentes acompanharão três estágios diferentes que compreendem a parte da enfermaria, as especialidades de cardiologia e nefrologia e a parte de atenção básica eestratégia de saúde da família, na unidade de saúde do bairro Águas Claras.

— Tenho boas expectativas com a residência. A gente sai da faculdade com algumas deficiências que eu pretendo consertar agora. Estou muito ansiosa para essa fase, mas tenho certeza de que dará tudo certo — conta Tamires.

Segundo o supervisor, doutor Antônio de Pádua Santos Lanna, a residência médica veio para fazer parte de uma transformação e contribuir para a melhoria do serviço e atenção da saúde no município.

— É um momento realmente único, e que a gente acredita que irá contribuir muito com a qualidade da saúde em Brusque — afirma.

Atendimentos
Nos fins de semana os residentes integrarão a equipe de atendimento à população no Hospital. Segundo a residente Samara Paula Parmeggiani a comunidade pode esperar o melhor atendimento possível.

— Estou muito confiante. Estamos recebendo um ótimo auxilio e bastante suporte. É um desejo nosso poder construir essa residência junto com a Unifebe e o Hospital Azambuja e fazer ela ser o melhor possível para Brusque — destaca.

Para o residente Felipe Cadore Klabunde, a comunidade deve ser a maior beneficiada com o programa.

– A gente ganha muito, mas a cidade também tende a ganhar, pois é mais uma porta que se abre para Brusque. Quem ganha é a população — ressalta.

Relembre
O Programa de Residência Médica de Brusque da Unifebe foi lançado no dia 29 de agosto de 2016, com a posse da Comissão de Residência Médica (Coreme), coordenada pelo médico Charles Machado.

As inscrições para o processo seletivo foram realizadas de 11 de setembro a 16 de outubro de 2017 e o resultado final foi divulgado no dia 9 de fevereiro de 2018. Dos 28 inscritos para a especialização em Clínica Médica, três foram selecionados.

Segundo o reitor Günther Lother Pertschy o início das atividades no Hospital Azambuja é a consolidação de mais um importante passo da Unifebe voltado à saúde.

— Estamos muito satisfeitos, pois este projeto é de extrema importância para a comunidade de Brusque e região, uma vez que nossos residentes contribuirão para a qualidade dos atendimentos hospitalares — afirma.​

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio