Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Programação de aniversário de Brusque terá cuca gigante

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Programação de aniversário de Brusque terá cuca gigante

Página 3

Cuca gigante
A Prefeitura de Brusque lança na próxima segunda-feira, 24, a programação de aniversário de 157 anos. Informações de bastidores dão conta de que, além do já tradicional desfile de 4 de agosto, está previsto o corte de uma cuca gigante e a realização de uma mesa redonda com personagens que fizeram história no futebol local, das equipes Carlos Renaux e Paysandú.


Projeção no governo
O secretário de Governo e Gestão Estratégica, William Molina, que fez parte da equipe de transição do governo Jonas Paegle, em 2016, foi designado pelo governo para ser o coordenador da elaboração e audiência pública do Plano Plurianual 2018-2021, realizada ontem na sede do Legislativo. Molina é considerado um dos secretários mais próximos do prefeito e vice, e vem ganhando projeção interna e externa por seu protagonismo à frente da administração.


De volta às licitações
Depois que seu proprietário, Everson Clemente, deixou, pelo menos oficialmente, de responder pela gerência da empresa, a Múltiplos Serviços e Obras voltou a participar de licitações públicas. A empresa foi habilitada, junto a outras três empresas, em processo licitatório cujo objetivo é fornecimento de mão de obra para aplicação de capa asfáltica em ruas do município de Brusque. Durante um tempo, a empresa chegou a ser proibida, no ano passado, de contratar com o poder público, por suspeita de fraude em licitações.


Uso autorizado
O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, firmou nesta semana um termo de autorização de uso de espaço público com a Associação dos Artesãos de Brusque, que poderão utilizar uma sala que fica na praça Barão de Schneeburg, no Centro. O pedido chegou via requerimento da Câmara, assinado por Jean Pirola (PP), já que o espaço encontrava-se fechado e sem uso, e os artesãos que expõem seus produtos na praça não tinham espaço para ficar.


4G em Botuverá
A Tim anunciou que agora Botuverá integra a rede 4G da operadora. A empresa informa que desde setembro de 2015 possui a maior rede do Brasil e em breve cobrirá mais de 90% da população urbana do país com a tecnologia. De acordo com os resultados da companhia no primeiro trimestre do ano, cerca de 66% do tráfego de dados dos seus usuários já são gerados por meio de dispositivos 4G.



EDITORIAL

Ratinho, Portiolli e os andarilhos

A semana foi agitada com a vinda de famosos a Brusque. Ainda na segunda-feira, o apresentador Celso Portiolli veio gravar na Havan o novo quadro do programa Domingo Legal, do SBT, “Comprar é bom, levar é melhor”, que estreia dia 13 de agosto.

No mesmo dia, o apresentador Carlos Roberto Massa, o Ratinho, visitou as instalações da Irmãos Fischer. Foi recepcionado pelos diretores e conheceu os produtos fabricados pela empresa.

No outro lado da cidade, o que também continuou repercutindo foi o vídeo de andarilhos que parecem estar fazendo sexo embaixo de um cobertor, em frente à praça Barão de Schneeburg. O assunto deu o que falar. Povoou as rodas de conversas e redes sociais e chegou até a Câmara de Vereadores, com o lamento do vereador Jean Pirola em relação à ocupação central pelos moradores de rua, na sessão da Câmara do último dia 11.

O que liga os famosos aos andarilhos é a forma como queremos ver a cidade. De um lado, Luciano Hang e Ingo Fischer alinham suas estratégias comerciais a uma forte ação de marketing, relacionando seus produtos ao aval da imagem de personalidades da TV. O nome de Brusque vai de carona, divulgando a todo o país a força de suas empresas. É a visão de uma cidade positiva, forte, próspera, trabalhadora.

Na outra ponta, ganhamos notoriedade por não conseguir resolver o problema das ocupações por moradores de ruas e andarilhos em locais públicos. É a visão negativa, decadente, desocupada e maltrapilha que prevalece aqui.

A imagem da utilização da praça como moradia, canil, banheiro, clube de festa e agora motel, definitivamente não combina com a cidade

Para resolver esta questão, algumas iniciativas estão sendo tomadas. A abertura de um abrigo provisório pela Assistência Social na Arena Brusque e o projeto de lei que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em algumas praças são passos importantes, e amenizam algumas situações, mas não resolvem o problema.

É preciso achar um caminho para transformar a praça novamente num lugar limpo, seguro, um cartão postal da cidade. Elas precisam voltar a ser públicas e não pertencer apenas a um grupo, que faz o que bem entende e, pela sua vulnerabilidade, fica protegido.

Para isso não há fórmula pronta, nem solução que vai agradar a todos, pois cada um tem a sua verdade e seu ângulo de visão para esta questão, mas todos concordam que como está não pode ficar.

Brusque é conservadora e a imagem da utilização da praça como moradia, canil, banheiro, clube de festa e agora motel, definitivamente não combina com a cidade.

Há de se resguardar o ser humano. As pessoas envolvidas neste flagelo social precisam e devem ser atendidas. Se conseguirmos dar estes encaminhamentos de forma humana e eficiente, ganhamos duplamente. Teremos o resgate da praça e das pessoas que hoje vivem nelas.

Portiolli e Ratinho conheceram a face da Brusque dos sonhos, do alto, próspera e vão ser garotos propaganda da cidade. Precisamos nos aproximar desta imagem positiva.

Para isso temos que ser inovadores também na questão social e conseguir a reabilitação das pessoas e renovação das praças. Assim vamos voltar a ter a nossa qualidade de vida e não vamos frustrar as expectativas de quem nos visita com cenas de baixarias. Elas podem até dar uma ótima audiência em programas de TV, mas não tem a menor graça quando viram a nossa realidade.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio