1ª Mostra Selo Social reúne entidades para troca de experiências

Projetos desenvolvidos para o cumprimento dos oito Objetivos do Milênio foram apresentados e discutidos

1ª Mostra Selo Social reúne entidades para troca de experiências

Projetos desenvolvidos para o cumprimento dos oito Objetivos do Milênio foram apresentados e discutidos

A tarde dessa quarta-feira, 6, foi reservada para entidades e empresas trocarem ideias e apresentarem seus projetos na primeira Mostra do Selo Social. O evento foi realizado na Sociedade Esportiva Bandeirante e reuniu 41 organizações, além de pessoas da comunidade, que se inscreveram como ouvintes.

Durante o evento, os representantes de empresas, órgãos públicos e do terceiro setor foram divididos em grupos de trabalho para apresentar os projetos desenvolvidos para o cumprimento dos oito Objetivos do Milênio – estabelecidos pela Organização das Nações Unidas. Cada projeto teve 10 minutos para ser apresentado. Ao final da primeira rodada, os participantes trocavam de mesa, possibilitando a troca de experiências com um maior número de pessoas.

A coordenadora da atividade, Danielly Vieira, explica que o objetivo do encontro é, além da troca de experiência, fomentar possíveis futuras parcerias. “Aqui eles podem divulgar suas práticas inovadoras e podem conhecer outras, assim podem aproveitar as potencialidades para atingir objetivos comuns e que contribuam com os oito Objetivos do Milênio”.

A gestora Elizete de Souza Felix estava entre os participantes e entre os seis projetos desenvolvidos pela empresa Júlio Imóveis, apresentou dois na Mostra. “Trouxemos os que tem mais impacto na sociedade, que são “Adote uma Escola” e “Saúde e Qualidade de Vida”.

Elizete explica que ambos os projetos começaram com os funcionários da empresa. “O projeto de qualidade de vida começou para melhorar três coisas: o sono, a alimentação e a prática da atividade física entre os funcionários, depois envolvemos as famílias e por fim a comunidade. Sou atleta e quando temos uma paixão queremos compartilhar, é isso que também estou fazendo aqui”.

Ela conta ainda que são pequenas ações que fazem as grandes mudanças. “Começamos a perceber a diferença na diminuição das faltas, na disposição deles, nas trocas dos lanches por frutas, pequenas coisas, mas que diariamente fazem a diferença”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio