25 anos de luta solidária

Entidade brusquense de combate ao câncer comemora sua fundação nesta sexta-feira, 4

25 anos de luta solidária

Entidade brusquense de combate ao câncer comemora sua fundação nesta sexta-feira, 4

Nesta sexta-feira, 4, a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque completa 25 anos. A entidade, que é filantrópica e sem fins lucrativos, atende uma média de 300 pacientes por mês, dos municípios de Brusque, Guabiruba e Botuverá.
O principal objetivo da entidade é a prevenção do câncer de mama — tipo mais comum entre as mulheres e responsável por 22% dos casos novos a cada ano — e também do câncer do colo de útero — terceiro tumor mais frequente na população feminina e quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil.

Para a prevenção, as ações da Rede Feminina se concentram no exame preventivo (papanicolau), exame clínico de mamas, mamografias, orientações de prevenção, e ainda palestras de prevenção nas empresas, clubes e escolas.
Além dos exames, a entidade trabalha no apoio às mulheres já diagnosticadas. Hoje, o Grupo de Apoio Humano conta com 72 pacientes, a maioria em tratamento do câncer de mama. “Oferecemos atendimento psicológico, fisioterapêutico, palestras de autoestima, empréstimo de perucas, sutiã com prótese mamária de silicone externo, lazer, oficina de trabalhos manuais. Tudo para que essas mulheres se sintam bem, apoiadas e tenham forças para lutar contra a doença”, diz a presidente da entidade, Sônia Rieg Fischer.

Entre as principais campanhas da entidade está o Outubro Rosa, que visa a conscientização sobre a importância de se prevenir da doença, e também o Novembro Azul, que busca incentivar a prevenção dos homens.  A Rede realiza também o Brechó Rosa para arrecadar recursos para os exames das pacientes.

A Rede Feminina conta com 55 voluntárias, e mais seis funcionários. “As voluntárias doam seu tempo, sua fraternidade, seu carinho, sua solidariedade sem medir esforços. Todas unidas por um só propósito, fortalecidas pela amizade, o companheirismo, pelo ideal de servir e pelo espírito de cooperação, sem esperar nada em troca”.
A entidade se mantém através de doações, eventos e parcerias realizadas com empresas e com o poder público. “São nos pequenos gestos e atitudes do nosso dia a dia, que devemos proporcionar o mínimo de alegria e compreensão a todos que nos cercam, procurando com isso, demonstrar porque estamos neste caminho”, diz Sônia.
História

A história da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque iniciou em 1989 quando as voluntárias do Clube Soroptimista Internacional de Brusque mobilizaram a comunidade para criar a Rede. O início foi em sede provisória no Hospital Azambuja, onde a entidade ficou até 1997, quando, com a ajuda da comunidade e do poder público, conseguiu a sua sede própria, no bairro Jardim Maluche.

Serviço

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque atende das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. Para agendar o exame gratuito é preciso ligar para (47) 3351-0200.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio