4º Natal de Amor e Fé, do Grupia, é realizado no loteamento Planalto

Evento reuniu famílias para uma confraternização na tarde de ontem, no bairro Limoeiro

4º Natal de Amor e Fé, do Grupia, é realizado no loteamento Planalto

Evento reuniu famílias para uma confraternização na tarde de ontem, no bairro Limoeiro

O salão de festas da capela Nossa Senhora da Imaculada Conceição, na localidade do Planalto, no bairro Limoeiro, recebeu por mais um ano toda a magia do 4º Natal de Amor e Fé. O evento que ocorreu na tarde de ontem, foi organizado pelo Grupo de Proteção da Infância e Adolescência (Grupia), em conjunto com a Associação de Moradores do Loteamento Planalto, Unifebe e Laboratório Hoffmann.

Realizado para as crianças e famílias do bairro, o momento tem como objetivo reunir a comunidade em um só lugar para celebrar o Natal e trazer uma reflexão sobre a data, além de reverenciar a figura central: o nascimento de Jesus Cristo.

Aos participantes foram distribuídos cachorros quentes, cucas e refrigerantes. As crianças puderam se divertir nas camas elásticas e ao fim, receberam de lembrança um pacote cheio de guloseimas. Os adultos tiveram a oportunidade de esclarecerem dúvidas com os acadêmicos da Unifebe que realizaram consultoria jurídica. Ainda, a comunidade pode realizar exames de diabetes e medição de pressão arterial.

A pequena Emilly Eduarda da Costa, 7 anos, estava bastante empolgada, pois além de estar reunida com os amigos, pode cantar as músicas natalinas que tanto adora. “Achei bem legal, até porque eu gosto muito do Natal”, diz.

Welinton Mafra dos Santos, 11, aproveitou o momento para brincar bastante com os amigos e primos. “É muito divertido, tem comida, pula-pula, música e ainda celebra o Natal, que é uma data em que a família se reúne toda”.

O vice-presidente da Associação de Moradores, Günter Nilo Holl, comemora a data, pois por mais um ano, o salão de festas da capela ficou cheio de famílias. “Esse ano convidamos os moradores das comunidades vizinhas, como Limeira e Nova Itália, até por ser um momento de integração. Fazer com que as pessoas tenham um momento de lazer e descontração”.

A procuradora-geral do município e membro do Grupia, Danielle Mariel Heil, esteve presente no evento pela primeira vez. Porém, ela conta que sempre contribuiu nos outros anos. “É uma satisfação gigante proporcionar essa tarde para essas crianças e famílias. Ver os sorrisos nos rostos traz uma alegria imensa”, comenta.

O casal Nelson Zen Filho e Maria do Carmo Tomazoni Zen, membros do Movimento de Irmãos, foram convidados neste ano para serem os padrinhos do evento. “Ficamos honrados com o convite e aceitamos, pois sempre gostamos muito de participar de ações como essa”, diz Maria. Ela ainda passou para os participantes uma mensagem de fé e preparação para o Natal.

Mãos que ajudam

A integrante da diretoria da associação de moradores, Ana Maria Heckert, esteve mais uma vez envolvida com o evento. Para ela, o momento é muito importante, pois leva a alegria para as crianças carentes do bairro. “Sabemos bem da realidade da nossa comunidade e muitas crianças que estão aqui hoje levarão o pacote de guloseimas como o único presente de Natal do ano”, diz.

Tania Regina Otto Holl também contribuiu com os trabalhos na cozinha e para ela, o momento é de agradecer a todos os envolvidos. “O que Deus tem para nós hoje é o suficiente porque o amanhã a Deus pertence”.

A doceira Isaldina Filomena Bortega se doou neste ano fazendo dez cucas para o evento. “Muita satisfação saber que as minhas mãos conseguem fazer os doces para alegrar e adoçar o dia dessas crianças. E que Deus abençoe a todos e nos dê forças para continuar contribuindo mais e mais”.

Neste ano, a cozinha estava um pouco menos animada, pois faltou uma das integrantes. Rosemeri Melão de Mendonça, uma das pioneiras, morreu em agosto deste ano. “Sentimos muito a falta dela aqui, mas ao entrarmos nessa cozinha, parece que sentimos a presença dela”, afirma Ana Maria.

Durante a celebração ecumênica no fim da tarde, uma solene homenagem foi prestada à Rosemeri. “Ela era muito prestativa e gostava muito de se doar para esse evento, tanto é que era a primeira a chegar e a última a sair daqui”, lembra Ana Maria.

A celebração ecumênica foi presidida pelo padre Alvino Milani, da Igreja Católica, pastor Edélcio Tetzner da Igreja Evangélica de Confissão Luterana e pelo presidente do Conselho de Pastores de Brusque (Copab), o pastor Marcos Antônio da Silva Fagundes.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio