Encontro Nacional de Motos 2 Tempos é ampliado e terá dois dias

5ª edição do evento receberá apaixonados por motocicletas de todo o Brasil

Encontro Nacional de Motos 2 Tempos é ampliado e terá dois dias

5ª edição do evento receberá apaixonados por motocicletas de todo o Brasil

Evento já consolidado no calendário de Brusque, o 5º Encontro Nacional de Motos 2 Tempos terá dois dias de duração pela primeira vez em sua história. A mudança atende um pedido antigo dos aficionados pelas motos, segundo o organizador do evento, Carlos Edson Kroth, o Edinho.

O Encontro Nacional de Motos 2 Tempos ocorre neste sábado, 22, e domingo, 23, em ambos os dias a partir das 8h, no pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof. No primeiro dia, haverá espaço também para as motocas quatro tempos, enquanto que no domingo a programação será exclusiva para as máquinas dois tempos.

A principal atração do encontro será o passeio pela cidade. Os motoqueiros sairão do pavilhão em direção à pizzaria Italianinha e vão passar pela ponte estaiada Irineu Bornhausen, avenida Otto Renaux, João Bauer e depois até o bairro Dom Joaquim.

Edinho conta que vários apaixonados por motos, nas outras edições, pediram para que o encontro durasse dois dias. Neste ano, ele conseguiu viabilizar a expansão.

Segundo o organizador, o público de motoqueiros é composto por gente que vem de fora de Santa Catarina. Como é necessário muito tempo de deslocamento, eles preferem um evento mais longo, para aproveitar a cidade e a comunidade.

Além de aumentar a duração, a organização também manteve várias atrações e ampliou outras. Haverá banda de rock, venda de peças e acessórios, distribuição de brindes, praça de alimentação e choperia, dinamômetro, food trucks e espaço kids. O estacionamento terá segurança.

Com as mudanças, a expectativa de Edinho é das melhores. “Esperamos pelo menos 600 motos”, diz, e acrescenta que a expectativa é de pavilhão cheio também no sábado. No ano passado, o número foi de cerca de 500. Além disso, 3 mil pessoas passaram pelo pavilhão em um dia.

Segundo Edinho, são esperados aficionados por motos dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santos, além de várias outros de cidades de todos os cantos de Santa Catarina. “E pode vir gente até do Uruguai”, comemora o organizador.

Apesar da expansão, Edinho diz que o objetivo é manter o evento como um “público família”, com o único objetivo de reunir os apaixonados pelas motos de dois tempos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio