75% dos pontos do litoral catarinense estão próprios para banho

Análise é realizada semanalmente pelo IMA em todos as praias do estado

75% dos pontos do litoral catarinense estão próprios para banho

Análise é realizada semanalmente pelo IMA em todos as praias do estado

Relatório divulgado nesta quinta-feira, 29, pelo Instituto de Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) aponta que, dos 215 pontos de banho no litoral do estado, 147 estão próprios para banho. As coletas de amostras são realizadas semanalmente, assim como a divulgação de relatórios. Os resultados da análise podem ser acessados pelo site ou pelo aplicativo Praias SC, disponível para sistema Android.

Dos pontos analisados, 75 são em Florianópolis e, destes, 42 estão próprios para banho. No restante do litoral, são 140 pontos, e 105 deles – 75% – foram classificados como próprios. Em relação ao último relatório, houve mudanças: 17 pontos passaram para a condição de impróprios, e oito para próprios.

Com o fim da alta temporada, os relatórios deixarão de ser divulgados toda semana, para serem realizados mensalmente pelo órgão, e serão disponibilizados na última sexta-feira de cada mês. Segundo o gerente de Pesquisa e Análise da Qualidade Ambiental, Oscar João Vasques Filho, “além do relatório, sempre orientamos que o banhista também fique atento e considere o histórico do ponto”.

Para considerar a balneabilidade de um ponto como boa ou ruim, o IMA analisa a presença da bactéria Escherichia Coli, presente em fezes de animais e humanos. Para se obter um resultado, são necessárias cinco coletas consecutivas. O ponto é considerado próprio quando a quantidade da bactéria é inferior a 800 por 100ml da água.

Confira os pontos próprios para banho nas praias mais frequentadas pelos brusquenses
O município de Bombinhas possui oito pontos de coleta e análise, dos quais seis foram considerados próprios para banho. O ponto da rua Triba, na praia de Bombas, e o canto direito da praia de Bombinhas (próximo ao riacho), foram considerados impróprios pelo IMA.

Itapema, com oito pontos analisados, apresenta 50% de boa balneabilidade: estão próprios para banho os pontos das ruas 149, 319, 261 e 163.

A praia de Navegantes, com quatro pontos analisados, também apresenta 50% de boa balneabilidade. Os dois pontos considerados impróprios são a foz do rio Gravatá e em frente ao posto 7.

O município de Penha possui sete praias, com 11 pontos de análise, dos quais apenas três se mostram impróprios, todos na Praia da Armação do Itapocorói. A coleta das amostras em Penha foi feita no último dia 26.

Com duas praias, Porto Belo possui seis locais de coleta de amostras. Destes, quatro estão próprios para banho. Os dois pontos impróprios são a foz do rio Perequezinho e a Rua Almirante Fonseca Neves, na praia do Perequê.

Histórico de balneabilidade
O ponto é classificado como próprio quando, em 80% ou mais de um conjunto de amostras, coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros.

Para ser considerado impróprio, a quantidade de Escherichia coli por 100ml deve ser superior a 800 em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, ou quando, na última coleta, o resultado for maior do que 2000 E. coli por 100ml.

O histórico de balneabilidade das praias catarinenses está disponível no site da Fatma.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio