A um empate da elite, Brusque faz jogo do ano contra o Concórdia

Todo o planejamento do ano e o futuro do clube serão colocados à prova nesta quinta-feira (26) à noite no Augusto Bauer

A um empate da elite, Brusque faz jogo do ano contra o Concórdia

Todo o planejamento do ano e o futuro do clube serão colocados à prova nesta quinta-feira (26) à noite no Augusto Bauer

Há exatos quatro meses o Bruscão iniciava uma árdua caminhada que pode ter fim nesta quinta-feira (26) na Divisão Especial. Todo o planejamento do ano e o futuro do clube serão colocados à prova logo mais em confronto com o Concórdia.

Galeria
Leia também
No blog
O time defenderá diante do Galo do Oeste o sonho de voltar à elite do Campeonato Estadual. Basta um empate para o objetivo ser alcançado. Depois de 549 dias, quando perdeu em casa por 2 a 1 para o Camboriú em 29 de março de 2012 e foi rebaixado com antecedência para a Divisão Especial, o Bruscão pode, finalmente, voltar à Divisão Principal do Campeonato Catarinense.

Segundo o técnico Rogério Perrô, a oportunidade de os atletas alcançarem ‘um lugar ao sol’. “É um jogo que põe em evidência toda uma preparação de cinco meses. Precisamos somente fazer o melhor, pensar nos nossos familiares, torcida, um salário melhor. Buscarmos prestígio e mais alto estima. Isso é o mais importante de tudo”.

O meia Serginho também ressalta tudo que abrange a partida. “Não envolve só jogadores. Uma grande torcida, uma cidade, familiares, filhos. Será muito importante para nós esse acesso”.

Para o jogador, a equipe precisa fazer um jogo equilibrado para sair com a classificação. “O adversário pensa que a gente vai sair de qualquer maneira e não vai ser assim. E temos que pedir calma ao torcedor porque o nosso jogo, dentro e fora de casa, é o mesmo. A gente não pode sair de qualquer maneira para não ser surpreendido”, salienta.

Para Serginho, o apoio da torcida quadricolor deve ser o fator de desequilíbrio na luta pelo acesso. “O nosso torcedor nos ajuda bastante. Mas eles tem que saber que a gente precisa de um certo equilíbrio. Se estamos decidindo uma vaga na Série A é porque em todos os setores do campo nossa equipe foi muito bem equilibrada”, ressalta.

Com ingressos na geral a partir de R$ 10, o atleta convoca a torcida para apoio o clube no duelo decisivo. “Precisamos que o torcedor vá a campo, grite, apoie e torça bastante. Será um jogo muito difícil. Mas, no fim, a gente vai comemorar e dará tudo certo”.

O atleta espera um jogo nervoso e decidido nos detalhes, assim como foi a partida diante de Tubarão. “É uma decisão porque jogamos pelo empate e eles pela vitória. Temos que jogar para ganhar, claro que temos regulamento embaixo do braço, empate nos dá o acesso, mas a gente tem que ter o cuidado principalmente jogando em casa”.

Para o atacante Eydison, o jogo será ‘a grande hora para a equipe chegar no objetivo que vem buscando desde o início’. “Sabemos que um empate já nos dá o acesso, mas estamos focados que vai dar tudo certo com fé em Deus”.

O atleta acredita que a necessidade da vitória fará com que o adversário force o ataque e abra espaços ao quadricolor. “Eles vão ser obrigados a sair. Precisam do resultado positivo e acho que será um jogo onde pegaremos eles no contra-ataque”, comenta.

Brusque e Concórdia jogam a partir das 20h30 no estádio Augusto Bauer. Jefferson Schmidt apita a partida. Ele será auxiliado por Helton Nunes e Josué Gilberto Lamin.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio