Abel / Colégio Cultura conquista título nacional nos Jogos Escolares da Juventude

Equipe perdeu apenas um set na competição realizada em Brasília; time masculino ficou com bronze

Abel / Colégio Cultura conquista título nacional nos Jogos Escolares da Juventude

Equipe perdeu apenas um set na competição realizada em Brasília; time masculino ficou com bronze

É de Brusque a melhor equipe brasileira de voleibol feminino escolar. As atletas da Abel / Colégio Amplo conquistaram o título dos Jogos Escolares da Juventude, a maior competição nacional do esporte entre escolas. O evento foi realizado em Brasília. No naipe masculino, o elenco conquistou a medalha de bronze.

A competição separou as equipes em divisões, e o elenco brusquense feminino ficou na elite, a primeira divisão do evento, o que fez a conquista ter ainda mais importância. Os Jogos Escolares da Juventude envolveram diversas modalidades e foram realizados entre 16 e 25 de novembro. Foram cerca de 4 mil atletas de todo o Brasil participando do evento na capital do Distrito Federal.

Nesta segunda-feira, 27, parte da equipe sequer teve tempo para descansar e já jogou a fase final do Campeonato Catarinense Infantil.

Atletas do naipe masculino celebram terceiro lugar. Foto: Divulgação / Fesporte

Esporte e educação lado a lado
Técnico da equipe durante toda a competição, Luiz Antônio Moretto celebrou muito mais uma conquista deste ano que vem sendo o mais vitorioso até aqui para todas as equipes de base da Abel. Nos Jogos Escolares, a equipe perdeu apenas um set após cinco partidas.

Para Moretto, tão importante quanto a vitória é a parceria com o Colégio Cultura / Amplo, que faz com que o projeto cresça ainda mais. “O nosso objetivo é promover o esporte e a educação, por isso essa parceria é fundamental. São meninas que estão na idade escolar, e sem um polo estudantil de importância como o Amplo fica impossível dar este suporte”, completa.

Segundo o técnico, a conquista é engrandecida pela proporções que os Jogos Escolares da Juventude têm no cenário do esporte de base. “A organização é fantástica, realizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). É alto nível, todas as passagens e hospedagens foram pagas por eles. Acho que esse é o futuro do esporte, unido à escola”.

Campanha das campeãs
A história do título começou no dia 21, uma terça-feira. O primeiro confronto foi contra o Sistema Elite de Ensino Tijuca, do Rio de Janeiro. Com duas amplas parciais, a vitória chegou tranquila, pelo placar de 2 a 0 – na primeira etapa da competição, os sets eram definidos em uma melhor de três.

No segundo dia, 22, foi a vez de encarar Expoente Água Verde (PR). Vitória ainda mais tranquila e por parciais mais dilatadas, e um novo 2 a 0 na quadra. Para garantir vaga na semfinal, mais um clube paranaense estava no caminho. A partida não foi fácil mas, com parciais de 25 a 18 e 25 a 23, Abel / Colégio Amplo avançou para a penúltima etapa da competição.

O único set pertido em toda a competição foi justamente na semifinal, contra Colégio Martin Luther (RS). A partir desta fase, seria necessário vencer três sets para ganhar o jogo – do contrário, o time brusquense havia antecipado a vitória, já que venceu as duas primeiras parciais. Depois de perder o terceiro set, as atletas venceram o quarto e partiram para a decisão.

A grande final foi vencida pelo placar de 3 a 0, mas mesmo assim não foi tão fácil quanto parece. A Escola Estadual Deputado Domingos de Figueiredo vendeu cara a derrota. No segundo set, por exemplo, o time de Brusque precisou fazer 27 pontos para vencer. Já na última parcial, a Abel / Colégio Amplo mostrou melhor preparo emocional e físico e conquistou vitória maiúscula por 25 a 16.