Abel conquista o título inédito da 17ª Taça Paraná de Vôlei

Equipe derrotou fortes adversárias para trazer a taça pela primeira vez para Brusque

Abel conquista o título inédito da 17ª Taça Paraná de Vôlei

Equipe derrotou fortes adversárias para trazer a taça pela primeira vez para Brusque

A Abel/Havan/FME/Brusque fez bonito em São José dos Pinhais (PR) e conquistou a 17ª Taça Paraná de Voleibol Sub-18 feminino, nesta quarta-feira, 1. O título é o primeiro da história da equipe brusquense na mais importante competição de base do Brasil.

A Taça é realizada pela Federação Paranaense de Voleibol (FPV) em parceria com o poder público e entidades. Dela participaram grandes times, como o Botafogo e o Fluminense.

Embora tradicionais, ninguém foi páreo para a Abel. Na Chave F, pela primeira fase, as brusquenses eliminaram o Bradesco (SP) por 2 a 1. Já na segunda partida a equipe evoluiu e despachou o Clube Curitibano/Colégio Expoente (PR) por 3 a 0.

Na segunda fase classificatória, na Chave I, a Abel ganhou do Grajaú (RJ) por 2 a 0, e do Fluminense por 2 a 1. Com isso, classificou-se para os playoffs da Taça Paraná.

“O Fluminense é uma das equipes que para ter feito a final com a gente, ou até ser campeão”, diz Everton Nascimento, técnico da Abel. Segundo ele, o Fluminense já venceu 12 campeonatos, o que demonstra a sua força no voleibol de base.

No mata-mata, as brusquenses não se intimidaram e bateram o Botafogo por 3 a 0 (nesta fase o jogo tinha cinco sets). “O Botafogo é uma equipe bem completa, mas tivemos uma boa atuação”, avalia o técnico da Abel.

Na grande final, derrotaram o Sogipa (RS) por 3 a 0, com parciais de 25 a 23, 25 a 18 e 25 a 16. Everton diz que foi um jogo difícil. Uma jogadora que esteve no campeonato mundial da categoria estava no time adversário.

Além da conquista inédita, a Abel comemora a eleição de Julia Bergman como a melhor jogadora. Ela é um dos destaques do jovem e promissor time brusquense. Além dela, Daniela Seibt, Sabrina Groth e Lanna Machado integram a seleção brasileira da categoria.

O técnico diz que 2017 foi um ano de muitas conquistas. “A Taça Paraná é o maior campeonato de base do Brasil. Para nós, foi um ano primordial, porque ganhamos duas competições, essa e o Estrela”.

O Festival Internacional de Voleibol de Estrela (ES), realizado no primeiro semestre, é outra competição grande para o vôlei de base.

O trabalho da Abel nos campeonatos de Sub-16 e Sub-18 é importante para o futuro da modalidade em Brusque. O clube disputou neste ano a Superliga B e bateu na trave para o acesso.

“A importância desse título é muito grande. Com essa equipe, buscaríamos até o título da Superliga B”, afirma o técnico da Abel. Ele apela para que os empresários apoiem o projeto vôlei brusquense.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio