Abril tem 4,82% de aumento nas vendas do varejo em Santa Catarina

O frio seria o responsável pelo aumento na comparação com o mesmo período de 2012

Abril tem 4,82% de aumento nas vendas do varejo em Santa Catarina

O frio seria o responsável pelo aumento na comparação com o mesmo período de 2012

O frio fez a diferença e ajudou a elevar as vendas no comércio varejista de Santa Catarina em abril. O índice subiu 4,82% em relação ao mesmo período do ano passado, surpreendendo os lojistas. Para Sérgio Medeiros, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina, o vestuário foi o principal impulsionador do aumento nas vendas, seguido por equipamentos usados para espantar o frio, como aquecedores, aparelhos de ar condicionado e fogões a lenha. “O clima começou a mudar e ajudou bastante”, comemora o dirigente lojista.

De acordo com o presidente, o que mais chama a atenção neste índice de 4,82% é o fato de que a Páscoa de 2012 foi no mês de abril, enquanto neste ano a data caiu em março. “Há muito tempo não tínhamos um crescimento assim”, afirma. 

O ano havia começado positivo, mas oscilou e registrou uma pequena queda em março. Com o índice de abril, as vendas no primeiro quadrimestre de 2013 fecharam em alta de 2,10% se comparadas com o período janeiro-abril do ano passado. Agora, com o resultado de abril, a FCDL está mais otimista para atingir a projeção de crescimento de 4% nas vendas do dia das mães, em relação à data de 2012.

Inadimplência
A taxa de inadimplência em abril chegou a 3,64%. Embora tenha ficado acima do índice de março (3,34%), houve um recuo com relação a abril de 2012: 4,56%, a maior de todo o ano passado. Segundo Sérgio Medeiros, a inadimplência em abril tradicionalmente reflete as compras do Natal anterior, por isso a alta não surpreende. Mas, na avaliação do presidente, não deixa de ser positivo notar que o índice deste ano tenha sido tão menor que o do mesmo período no ano passado.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio