Acordeonistas de Brusque e convidados se apresentam na Praça Sesquicentenário

Acordeonistas de Brusque e convidados se apresentam na Praça Sesquicentenário

O público compareceu em peso para assistir as apresentações – Crédito: Sarita Gianesini
No domingo a tarde, 6, a Praça Sesquicentenário ganhou sons diferentes: fole de acordeão. Para celebrar o Dia Mundial do Acordeão (World Accordion Day), acordeonistas de Brusque e de de outros estados se apresentaram com apoio da Fundação Cultural de Brusque. 
Bruno Moritz, acordeonista que coordena da Orquestra de Acordeon da cidade, observa que um evento como este é importante para valorizar quem vive deste instrumento. 
– O acordeão é um instrumento mundial, presente em diversas sociedades. E, no Brasil, não é diferente, tanto na nossa cidade, quanto na região.
Acordeonista há mais de 35 anos, Beto Bailanta, 51 anos, concorda que o evento contribui para a valorização do instrumento. 
– Não deveria acontecer só uma vez por ano. O acordeão é um instrumento que faz um baile inteiro sozinho e está meio esquecido – avalia e acrescenta crítica aos modismos, como o sertanejo universitário.
Apresentaram-se na Praça a Orquestra de Acordeon e músicos como Beto Bailanta, Diego Guerra, José Melo, Rafael Petry, Orimar Hess e Bruno Moritz. Vídeos do Dia Mundial do Acordeão de Brusque e de várias apresentações por todo o mundo podem ser conferidos no site http://www.accordions.com.
**Veja mais fotos aqui.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio