Acúmulo de lixo em terreno público preocupa moradores no Rio Branco

Vizinhos reclamam na prefeitura há mais de um ano, no entanto, problema não é resolvido

Acúmulo de lixo em terreno público preocupa moradores no Rio Branco

Vizinhos reclamam na prefeitura há mais de um ano, no entanto, problema não é resolvido

Há mais de um ano os moradores da rua Vilton Barbosa, na esquina da rua Ernesto Bianchini, no Rio Branco, sofrem com o acúmulo de lixo de um terreno público na frente de suas residências.

Restos de construção civil, de vegetação, vidros, eletroeletrônicos, entre outros objetos, são despejados no terreno da prefeitura, que está localizado próximo à Associação do Mercado Archer, no sentido Centro ao bairro.

Os cerca de dez moradores que residem na via já comunicaram diversas secretarias, já fizeram abaixo-assinado, e inclusive levaram as reclamações à Câmara de Vereadores. Eles solicitam que o lixo seja retirado do local, e que, ao menos, uma roçada seja realizada.

“Há um ano que acontece isso e nunca fizeram nada”, diz o vendedor Cleber Silveira, de 24 anos, que vive na rua. Ele conta que já viu donos de floriculturas despejarem grande quantidade de restos de plantas no terreno, além de moradores da própria via depositando lixo residencial na área.

A dona de casa Janete Barbosa, 50, que mora em frente ao terreno, afirma que o problema existe desde o governo Paulo Eccel, e que nem sequer uma roçada foi feita no local.

Janete diz também que devido ao acúmulo de lixo, uma pequena nascente que passa pelo área está sendo sufocada, e também muitos bichos, como sapos e pernilongos, têm aparecido frequentemente.

“Está tendo esse problema do escoamento da água e tem vizinha que vai ter até que se mudar, porque por causa deste terreno. Com o alagamento que teve, chegou a entrar água na casa dela”, conta a moradora.

Compromisso com os moradores
A Secretaria de Obras diz, por meio da assessoria de comunicação, que não tinha conhecimento da situação e não há registros de solicitação dos moradores. No entanto, a pasta se comprometeu a verificar nesta manhã a situação do local para analisar que tipos de entulhos são despejados lá e o que pode fazer a respeito. Além disso, a secretaria colocará uma placa alertando da proibição de jogar lixo no terreno.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio