Acusados de matar homem no Zantão se entregam para a Polícia Civil de Camboriú

Os três acusados do assassinato de Laionel Cristiano Theiss se apresentaram na delegacia de Camboriú na segunda-feira

Acusados de matar homem no Zantão se entregam para a Polícia Civil de Camboriú

Os três acusados do assassinato de Laionel Cristiano Theiss se apresentaram na delegacia de Camboriú na segunda-feira

Os três acusados de assassinarem Laionel Cristiano Theiss, 25 anos, se entregaram para a polícia na segunda-feira, 11, na Delegacia de Polícia Civil da comarca de Camboriú. Como já haviam mandados de prisão expedidos desde a sexta-feira, 8, quando ocorreu o crime, os três foram detidos e encaminhados para o Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, na Canhanduba, onde aguardam o julgamento.

O crime ocorrido na manhã de sexta-feira, na rua ZT-006, no Zantão, teria sido motivado por conta de uma negociação de uma motocicleta pertencente ao irmão da vítima. Pelo depoimento colhido pelo delegado de plantão, um dos acusados de cometer o crime teria comprado o veículo por R$ 1,5 mil, mas ficou devendo R$ 500. Com isso, o irmão de Laionel foi na noite de quinta-feira, 7, na residência do autor, que não estava em casa, apenas a esposa, e pegou o veículo de volta.

Na manhã de sexta-feira, o autor foi na casa da vítima, junto com outros dois homens, onde ocorreu uma discussão. O irmão da vítima conseguiu fugir, mas Laionel foi atingido com um tiro no pescoço e morreu no local.

Ainda na sexta-feira, a Divisão de Investigação Criminal de Brusque, com apoio da Agência de Inteligência do 18º Batalhão da Polícia Militar conseguiram identificar os criminosos. O delegado no mesmo dia representou pela prisão preventiva, que foi deferida pelo Poder Judiciário.

O nome dos acusados não foi divulgado pela Polícia Civil até o momento.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio