AD Brusque tem vitória suada em jogo do Campeonato Estadual de Basquete Adulto Masculino

Em duelo complicado, AD Brusque passa por Videira e fica muito perto de assegurar melhor campanha da primeira fase

AD Brusque tem vitória suada em jogo do Campeonato Estadual de Basquete Adulto Masculino

Em duelo complicado, AD Brusque passa por Videira e fica muito perto de assegurar melhor campanha da primeira fase

A equipe da AD Brusque venceu a Aviba/Unoesc de Videira ontem, na Arena Brusque, e praticamente sacramentou o primeiro lugar do grupo A do Campeonato Estadual de Basquete Adulto Masculino. Ao vencer o confronto direto por 79 a 59, a equipe brusquense chegou a sexta vitória em seis jogos na competição e ficou muito próxima, ainda, de assegurar a melhor campanha da fase de grupos. Caso vença os próximos desafios diante da Abasmo, de São Miguel e da Acob, de Concórdia; o time garante o direito de disputar todos os jogos da fase final na Arena Brusque. Os duelos ocorrem na sexta-feira e no sábado, respectivamente. Para o lateral Choco, a vitória diante de Videira motiva a equipe para trazer as decisões para a cidade. “Vamos para o Oeste buscar essas duas vitórias para jogar as finais em Brusque”, afirma.

O atleta foi um dos destaques da vitória em um duelo difícil diante do time do Oeste. A partida foi definida apenas no último quarto. Lesionado há quase dois meses, Choco foi uma das novidades da equipe do técnico George Salles ao lado do pivô Finão, que também estava machucado. “Senti bastante (o retorno) porque fiquei dois meses parado. Voltei sexta-feira em um amistoso e outra vez machuquei. Mas Graças a Deus retornei hoje (ontem) e tive a oportunidade de ajudar o time”, diz Choco. O jogador justifica a dificuldade da equipe na partida em razão do sistema de jogo do adversário. “Videira é um time que sempre encaixa contra o nosso”, observa. Segundo ele, a postura da equipe rival fez com que o jogo fosse mais amarrado nos dois primeiros quartos. Ele avalia que o grupo melhorou nos dois últimos, quando conseguiu virar o duelo e chegar a vitória. “No intervalo, o George corrigiu algumas falhas que a gente estava tendo. Os dois laterais deles entraram no jogo e soubemos minar um pouco ali, que foi onde deu essa diferença de 20 pontos”, comenta.
O jogo

A equipe de Videira veio disposta a devolver a derrota em casa no turno e ainda botar fogo na disputa pela primeira posição do grupo. Jogando de forma inteligente, o time visitante anulou as principais jogadas da AD Brusque e, com marcação forte, conseguiu fazer com que os donos de casa errassem passes com frequência e cedessem contragolpes. O time chegou a abrir 10 a 7, mas nos minutos finais do primeiro quarto não conseguiu segurar o placar, que virou em 17 a 14 para os brusquenses. Com o jogo apertado, o técnico George Salles pediu para que os atletas agredissem mais e tivessem confiança nos chutes. O recado pareceu surtir efeito na segunda etapa. Videira anotou os primeiros pontos e voltou a comandar o placar, mas depois permitiu que Brusque fizesse 16 pontos consecutivos. O placar chegou a apontar 35 a 19 para os brusquenses. Mas a inconstância da equipe da casa voltou a aparecer no fim do período. Numa reação impressionante, Videira voltou a encostar. A diferença caiu para seis pontos. O placar parcial fechou em 39 a 33 para a AD Brusque. No terceiro tempo, o jogo continuou equilibrado, com as duas equipes demorando para mexer no placar devido à forte marcação dos times. Os primeiros pontos da AD Brusque só surgiram com quatro minutos de bola rolando após dois tiros livres convertidos por Finão. Com muita vontade em quadra, Videira aproveitou falhas consecutivas da zaga brusquense e foi buscar o placar. Os visitantes empataram o duelo em 45 a 45 e, logo na sequência, viraram para 48 a 47. A reação do adversário fez o técnico George Salles pedir tempo a cerca de cinco minutos do fim. “A defesa está um m….” chegou a criticar um irritado Finão na conversa com o grupo. Na volta, o duelo continuou sendo disputado bola a bola, mas a equipe da casa novamente conseguiu comandar o placar para virar em 53 a 50. Com uma diferença de apenas três pontos, a expectativa era de que o último e decisivo tempo pegasse fogo. Mas Videira sentiu o ritmo intenso da partida, cedeu espaços e, diferente de outros momentos do duelo, não conseguiu mostrar resistência. A equipe passou a errar algumas bolas, em outras sofreu com uma escorregadia quadra da Arena Brusque. Aos poucos, permitiu que os brusquenses fossem dilatando o placar com facilidade. Em um período que acabou em 26 a 9 para os donos da casa, Brusque fechou o placar em 79 a 59 e deu mais um grande passo rumo ao bicampeonato Estadual.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio