Conteúdo exclusivo para assinantes

Adhonep comemora 25 anos de atividades em Brusque

Valores sociais, éticos e morais norteiam ações da entidade

Adhonep comemora 25 anos de atividades em Brusque

Valores sociais, éticos e morais norteiam ações da entidade

Criada com o intuito de difundir e incentivar a prática de princípios sociais, éticos, morais, além da valorização da família e os ensinamentos espirituais cristãos, a Associação de Homens de Negócio do Evangelho Pleno (Adhonep) comemorou em setembro 25 anos de atividades em Brusque.

A associação – denominada instituição brasileira, não eclesiástica – foi fundada em outubro de 1992 no município, a partir de um grupo de empresários que conheceu a entidade em Blumenau. O primeiro presidente foi Norberto Bruns, representante comercial na área de equipamentos para tinturaria.

Eventos sociais (café da manhã, almoços, jantares), treinamentos de líderes, workshops, reuniões regionais e uma convenção internacional anual são algumas das principais atividades realizadas pela instituição.

Registro da primeira reunião da Adhonep em setembro de 1992/ Adhonep/Divulgação

Conforme o atual presidente, Sergio Germano, no início, quando os primeiros eventos foram feitos, os organizadores encontraram dificuldades no meio brusquense, porque muitas pessoas pensavam que se tratava de mais uma igreja ou que a associação tinha vínculos religiosos. No entanto, com o passar o tempo, percebeu-se que a Adhonep servia como um braço de apoio a todas as igrejas cristãs.

“A instituição promove eventos para incentivar as pessoas a se tornarem ativas e participativas nas suas comunidades e buscarem um relacionamento pessoal com Deus, sendo que seus princípios são fundados na bíblia sagrada”, explica Germano.

A Adhonep não tem uma sede própria e realiza seus eventos em hotéis e restaurantes da cidade. Atualmente, cerca de 100 sócios distribuídos nos segmentos sênior, apoio feminino e apoio jovem integram a instituição.

Manter os princípios
Conforme Germano, nestes 25 anos de atividades a associação realizou eventos onde passaram mais de 25 mil pessoas. Destacam-se uma palestra realizada no pavilhão de eventos Maria Celina Vidotto Imhof com a apresentadora do SBT e pedagoga Cris Polly, a Super Nanny, e um jantar comemorativo dos 15 anos de atividades com, na época, o lutador Popó.

Já presidiram a associação em Brusque oito homens, sendo que alguns por mais de um mandato. O apoio feminino atualmente é coordenado pela médica dermatologista Elizete da Cas e o apoio jovem por Arthur Risch.

Germano destaca que os planos futuros são de manter a visão original da associação. “Queremos continuar despertando nos brusquenses o desejo de atuarem mais em suas comunidades locais, dar mais atenção às suas família e manterem seus valores morais, e não apenas para a busca de bens materiais”.

Caso alguém tenha interesse em integrar a Adhonep, que realiza trabalho voluntário, deve procurar um dos sócios locais para informações.

A Adhonep no Brasil
A Adhonep foi fundada no Brasil em 1977 pelo empresário Custódio Rangel Pires, do Rio de Janeiro. Atualmente, desde 2012, é presidida por Altomir Regis da Cunha, também do Rio de Janeiro.

O método de ação da instituição é o compartilhamento de experiências pessoais que resultaram em modificação de conduta, hábitos e práticas que contrariavam princípios cristãos fundamentais.

A Adhonep tem nos formadores de opinião o seu público-alvo, razão pela qual reúne empresários, profissionais liberais, autoridades civis e militares, entre outros. A instituição possui mais de 1, 5 mil “Capítulos registrados no Brasil”, ou seja, cidades que realizam a atividade.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio