Alina Lamparina estreia espetáculo Trinta Moedas

Grupo leva ao palco do Teatro do Cescb o roteiro inspirado no musical Godspell e no Evangelho de São Mateus

  • Por Redação
  • 18:46
  • Atualizado às 12:43

Alina Lamparina estreia espetáculo Trinta Moedas

Grupo leva ao palco do Teatro do Cescb o roteiro inspirado no musical Godspell e no Evangelho de São Mateus

  • Por Redação
  • 18:46
  • Atualizado às 12:43
  • +A-A
O Grupo de Arte Alina Lamparina leva ao palco do Teatro do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (Cescb) o espetáculo Trinta Moedas, com roteiro inspirado no musical Godspell e no Evangelho de São Mateus.

Rodrigo Vechi, diretor do Grupo de Arte Alina Lamparina, explica que a inspiração para a peça ocorreu há mais de dez anos, quando assistiu ao musical Godspell, na capital paulista. A peça inspirada no Evangelho de São Mateus, contava as parábolas do ‘Sermão da Montanha’ de jeito muito diferente. 

– Porque conhecemos estas histórias mas não nos damos conta do que se trata, não comove, não toca, não bate no lugar onde tem que bater. E aquilo era um jeito tão diferente de comunicar aquela história. Parece que naquela ocasião se plantou uma semente – explica. 

Com o passar do tempo, o comandante das alinas foi encontrando mais elementos ligados ao musical: um filme e, em Londres, o livro de partituras com as canções de Godspell. 

– Comecei a me familiarizar com as músicas, e pensei, ‘ah quero montar isso, quero fazer alguma coisa nessa linha’. Li o Evangelho e fiz uma miscelânea que vocês vão ver em Trinta Moedas – comenta. 

Na noite de quarta-feira, 11 de julho, três dias antes da estreia, a repórter Sarita Gianesini acompanhou um dos últimos ensaios – confira a matéria na edição do Jornal Município desta sexta-feira, 13 de julho – e pôde acompanhar em primeira-mão o espetáculo.

“Passam os doze, passa João Batista, o Batismo, Lázaro, o samaritano, os fariseus, as sementes são jogadas na areia, entre as pedras e em solo fértil. Com graça. Não apenas de leveza e sim de arrancar gargalhadas. 

Mas, para chegar às trinta moedas de Judas Iscariotes é preciso esperar o sábado, às 17 horas, no palco do Teatro do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque. Para uma contação de história que é triste e bonita ao mesmo tempo, porque fala de nós, humanos” – descreve Sarita em sua matéria. 

Elenco

Eliani Bertolini, Estefânia Furtado, Raquel Mosimann, Katia Coelho, João Venzon, Marcelo Szpoganicz, Juliane de Souza e Silva, Ally Knihs, Rodrigo Ristow, Rodrigo Vechi, Ronie Staack, Guta Pruner, Raquel Zen, Suzana Zen, Marilia Dell Agnolo, Isabel Martins e Sara Sassi – divididos em dois grupos que se alternam.

Crédito: Divulgação

Serviço:

TRINTA MOEDAS
Grupo de Arte Alina Lamparina
No Teatro do Cescb (Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque)
Sábado, 14 de julho: 17h e 21h
Domingo, 15 de julho: 17h e 21hs
Ingressos antecipados: na Zendron Multimarcas
Preço: R$ 35
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio