Alunos de Brusque se preparam para o Enem

Prova acontece no sábado e domingo; preparação dos estudantes foi intensa nesta última semana

Alunos de Brusque se preparam para o Enem

Prova acontece no sábado e domingo; preparação dos estudantes foi intensa nesta última semana

Neste fim de semana, dias 8 e 9, estudantes do Ensino Médio devem realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em Brusque, a preparação dos alunos acontece ao longo de todo o ano letivo, mas se intensifica na semana que antecede a realização da prova. Com apenas 17 anos, Thiago Simião Pietrovski Pessoa, se dedica aos estudos e busca uma colocação na universidade.

“Estudo todos os dias, de manhã e à tarde. Nas últimas semanas, busquei me concentrar mais, utilizo muito pouco o computador e leio bastante para absorver melhor o conteúdo”, conta o aluno do terceiro ano do ensino médio do Colégio São Luiz. Assim como ele, outros colegas participam de intensivos e aulas complementares para tirar as dúvidas nas matérias que possuem maior dificuldade.

O coordenador pedagógico da escola, Fabrício Bado, explica que ao longo do ano letivo são realizados quatro simulados para o Enem. Além disso, existe um programa chamado Top Fera, que são aulas de preparação para provas como o Enem e Vestibular, que acontece durante a tarde e conta com a participação da maioria dos estudantes. De acordo com ele, todos os alunos do terceiro ano do Colégio São Luiz estão inscritos no Enem, além de outros do primeiro e terceiro ano do Ensino Médio.

Mas todo esse empenho tem um bom motivo, conseguir entrar nas melhores universidades do estado. “Além do Enem, vou fazer também o vestibular. Através dessas provas vou tentar entrar para o curso de Engenharia Mecânica na UFSC, Udesc e Furb”, revela Thiago.

Para o professor de redação e literatura, Luiz Deschamps, o Enem é uma boa maneira de avaliar o aprendizado dos jovens brasileiros e tem atraído cada vez mais jovens. “Acredito que o grande diferencial dela é a forma como é feita a avaliação do aluno. É um exame que exige interpretação, não adianta decorar o conteúdo, você precisa entender do assunto. Talvez por causa disso, que seja uma prova que cause tanto cansaço mental, pois apesar de ser dividida em dois dias, são mais de 10 horas de avaliação”, explica.

O diferencial do Enem é o seu método de avaliação. Normalmente as questões possuem cinco opções, sendo uma certa e outras quatro erradas, porém entre essas respostas incorretas existe uma quase certa, onde apenas um ou dois detalhes a diferem da opção correta, as famosas ‘pegadinhas’. “Quando o estudante marca uma dessas questões ‘quase certas’, por exemplo, ele ganha um décimo a mais do que aqueles que assinalam as questões completamente erradas”, revela o professor.

A prova trata de temas que incluem todo o ensino médio, por isso, é muito comum que estudantes do primeiro e segundo ano façam a prova como um teste de conhecimento. Deschamps destaca algumas dicas que passa para seus alunos. “Costumo utilizar na sala de aula o livro ‘A Arte da Guerra’, que se aplica a diversas situações, inclusive nisso. Se o estudante não souber administrar seu tempo de prova, ele vai se desgastar com mais facilidade. Levar água, barrinhas de cereal, ler as questões com atenção e, principalmente, controlar o estado de espírito e a ansiedade”.

Dados do Enem

Realizada pelo Ministério da Educação, o Exame Nacional do Ensino Médio começou a ser feito em 1998, com cerca de 150 mil inscritos na primeira prova. Atualmente, mais de oito milhões de pessoas devem fazer a prova neste final de semana. Em relação ao ano passado, houve um aumento 21,6%. Só em Santa Catarina, mais 168 mil pessoas devem realizar o exame.

Dicas e informações

Uma das maiores preocupações dos alunos antes do Enem, é a prova de Redação que será realizada no dia 9 de novembro de 2014, junto com Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. O tempo total para a realização será de 5 horas e 30 minutos.

A redação deve ser um texto dissertativo-argumentativo de, no máximo, 30 linhas, desenvolvido a partir de uma situação-problema e de subsídios oferecidos sob a forma de textos motivadores. Especialistas indicam alguns temas que podem cair na redação do Exame, entre eles: A polêmica pesquisa do IPEA sobre comportamento feminino e estupro em nosso país; legalização da Maconha no Uruguai; 20 anos do Plano Real; e eleições.

A pessoa deve chegar com pelo menos uma hora de antecedência no local de prova. É necessário levar somente caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na página eletrônica do Inep.

Os participantes poderão acessar os resultados individuais da edição do Enem 2014, em data a ser posteriormente divulgada, mediante inserção do número de inscrição e senha ou CPF e senha.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio