Alunos de escola na Limeira praticam beisebol na Educação Física

Professor de Educação Física também mantém projeto gratuito de escolinha de futebol no bairro

Alunos de escola na Limeira praticam beisebol na Educação Física

Professor de Educação Física também mantém projeto gratuito de escolinha de futebol no bairro

Quem não se lembra da época de escola? Educação Física, tradicionalmente, é futebol para o meninos e vôlei para as meninas, salvo algumas exceções (basquete ou handebol). 

Mas o tipo de esporte que é dado pelo professor Alexandre Melzzi, 30 anos, profissional da Escola de Ensino Fundamental Alberto Pretti, na disciplina lecionada por ele é um tanto diferente aqui no Brasil. 

O beisebol é considerado um dos esportes mais populares nos Estados Unidos e em alguns países na América Central. Porém, na escola que atende crianças de adolescente s das comunidades da Limeira Baixa, Alta e Ribeirão Tavares, a bolinha e os tacos também fazem o maior sucesso. 

– Não seguirmos à risca, mas é bem semelhante. Pega o taco, rebate, o outro arremessa e tem que passar as seis bases que criamos (feitas com arcos de bambolê) – explicou o professor Alexandre, na manhã desta segunda-feira, 9 de abril, enquanto os alunos tinham mais uma atividade de beisebol. 

Além do incomum esporte, o educador mantém, há cerca de cinco anos, um projeto voluntário de escolinha de futebol para meninos e meninas da comunidade, todos os sábados. 

As aulas na escolinha ocorrem em um campo particular, cedido à Alexandre por um morador da comunidade, gratuitamente, para que a garotada tenha um espaço de lazer na localidade. 

** Veja a matéria completa na edição impressa do Jornal Município Dia a Dia desta terça-feira, 10 de abril. 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio