Amigos de Izabela Schwartz lembram sua participação no Grupo Escoteiro

Adolescente de 16 anos morreu no domingo, após lutar por três meses contra a leucemia

Amigos de Izabela Schwartz lembram sua participação no Grupo Escoteiro

Adolescente de 16 anos morreu no domingo, após lutar por três meses contra a leucemia

A luta contra a leucemia da brusquense Izabela Rudge Schwartz, 16 anos, acabou na noite deste domingo, 29. Após ser diagnosticada há três meses, a jovem morreu por volta das 21h no Hospital Santo Antônio, em Blumenau, devido à complicações de uma pneumonia.

Izabela – filha de Amilton José Schwartz Junior e Bianca Deschamps Rudge – descobriu a doença em estado avançado no fim de julho. Ela foi levada ao médico após sentir muito cansaço, aceleração no coração depois de qualquer esforço físico e por ficar frequentemente com aparência pálida.

A adolescente participava do Grupo Escoteiro Brusque (GEB), no qual fez muitas amizades. Seus pais também eram escotistas. Alexandre Visconti foi chefe de tropa de Izabela de 2011 a 2015. Ele conta que a jovem participou do grupo em aproximadamente 80 atividades estaduais e nacionais, contando acampamentos, bivaques, jornadas, entre outras.

Muito emocionado, Visconti diz que a escoteira era “extremamente ativa e alegre, nunca desanimava, fazia frente como exemplar monitora e sempre tinha muita atitude”.

Também profundamente consternada, Neide De Nez, chefe da Tropa Sênior que conviveu com Izabela por nove anos e chefe da turma que ela participava atualmente, afirma que têm muitas lembranças da adolescente, já que ela participou de muitos acampamentos.

“Izabela é muito doce, porém com personalidade. Nasceu para brilhar, para amar”, diz Neide, que ainda destaca que ela amava ser escoteira e colocava tudo e todos para participar das atividades.

A diretora técnica do GEB, Malisa Fernanda Costa Bruns, afirma que Izabela era uma menina linda, de personalidade forte e coração enorme. Segundo ela, era determinada, sabia o que queria e ia à luta. Divertida, adorava fazer bagunça e estar com os amigos.

“Hoje nos despedimos de você, mas não fique triste, não é para sempre, um dia tornaremos a nos ver no grande acampamento. Aproveita lá e faz muitas aventuras. Aproveita as novas amizades que com certeza vais fazer”, diz Malisa.

Velório e cremação
O corpo de Izabela foi velado na capela mortuária do Centro de Brusque. Às 17h de ontem teve missa na Igreja Luterana, também do Centro, e após a celebração o corpo foi transportado para o Crematório Athenas, em Itajaí. Além dos pais, ela deixa dois irmãos, familiares e amigos consternados.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio