Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Amin ou Merísio podem disputar cabeça de chapa da possível coligação PP-PSD

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Amin ou Merísio podem disputar cabeça de chapa da possível coligação PP-PSD

Raul Sartori

Quem será?
Apaixonados por política fazem apostas (uísque, almoços e até dinheiro), como se viu na manhã de ontem em uma roda na frente do popular Ponto Chic, no centro de Florianópolis: se o PP e o PSD acertarem a aliança para o governo do estado, quem será cabeça de chapa: Esperidião Amin ou Gelson Merísio?

Autonomia 1
A intempestiva suspensão das matriculas do segundo semestre nos 18 Centros de Educação Profissional (Cedups) espalhados pelo Estado foi decidida pela secretária da Educação, Simone Schramm, criando enorme desgaste político para o governador Pinho Moreira, que não foi consultado. O espanto maior no Centro Administrativo do Governo foi quando se soube o valor da “economia” com a desastrada atitude: R$ 400 mil.

Autonomia 2
A irritação contra Simone por parte de boa parte da bancada do MDB é tal que o deputado Luiz Fernando Vampiro foi à tribuna pedir que ela peça demissão imediatamente. Talvez não saiba a confusão que arrumou: ela é sogra do candidato do MDB ao governo do Estado, o deputado federal Mauro Mariani.

Fantasma
Um fantasma assombra o alto comando do governo estadual. É a possibilidade, diante da preocupante queda de receita, especialmente de ICMS, de haver atraso no pagamento de salários dos funcionários públicos.

Carestia
O Índice de Custo de Vida (ICV) de Florianópolis, que já vinha de uma aceleração em maio, subiu 1,39% em junho, a maior alta desde dezembro de 2010. O acumulado dos últimos 12 meses alcança 4,51%, que já ultrapassa o centro da meta de inflação nacional estabelecido pelo Banco Central, de 4,5%. Como sempre, há vilões: leite (25,28%), batata inglesa (41,35%), chuchu (26,11%), abóbora (17,27%) e vagem (10, 59%).

Novidade na LDO
Uma boa novidade no parecer conclusivo da Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), do Executivo, para o exercício financeiro de 2019, é o estabelecimento de um teto para as renúncias fiscais praticadas pelo governo, em 16% da arrecadação bruta do ICMS, IPVA E ITCMD. Tais renúncias atingem atualmente a fábula de cerca R$ 6 bilhões, dentro de um orçamento de R$ 26 bilhões. Um absurdo.

“Lei dos 60 dias”
Congressistas que integram a Comissão de Seguridade Social e Família aterrissam hoje em Florianópolis para participar, na Assembleia Legislativa, de debate sobre a implementação da lei federal 12.732/12, originária de projeto de lei da deputada Carmen Zanotto (PPS-SC) que determina um prazo de até 60 dias a partir do diagnóstico para que pacientes com câncer iniciem o tratamento.

Free shop
Uma audiência pública, dia 3 de agosto, em Dionísio Cerqueira, tratará da instalação de free shops no município fronteiriço. A Receita Federal liberou a instalação em 32 municípios brasileiros que formam cidades gêmeas com a cidade de fronteira com o país vizinho. No caso de SC, apenas Dionísio Cerqueira foi autorizada. Os turistas brasileiros poderão adquirir até 300 dólares por mês em produtos de lojas free shops, além de até 20 litros de bebidas alcoólicas e 20 pacotes de cigarros.

Desejo pessoal
Com milhares de processos para julgar, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) perdeu seu tempo, literalmente, anteontem, para negar, por unanimidade, recurso em que uma mulher de SC pedia a retificação de registro civil para alterar o prenome, de Tatiane para Tatiana. O TJ-SC já havia considerado o pedido improcedente, mas a apelação foi provida por maioria de votos.

Parente no alvo
A audiência pública no Senado, anteontem, para debater a Medida Provisória que concedeu um auxílio monetário pago pelo Tesouro Nacional para bancar R$ 0,30 dos R$ 0,46 da redução do óleo diesel prometida pelo governo aos caminhoneiros, teve como diferencial contundente manifestação do senador Dário Berger (MDB-SC). Afirmou que Pedro Parente, ex-presidente da estatal, foi o grande responsável pela crise provocada pela paralisação.

Defesa da mulher
Com amplo apoio, deve virar logo lei estadual que obriga a Secretaria de Segurança Pública a publicar em seu site, para consulta, a lista com o nome e qualificação dos agressores de mulheres e com a descrição resumida das medidas protetivas solicitadas pelas denunciantes.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio