Anatel suspende venda de chip da Claro em Santa Catarina a partir de segunda-feira

Medida ocorrerá para outras operadores de telefonia em todo o país, para minimizar problemas de serviço

Anatel suspende venda de chip da Claro em Santa Catarina a partir de segunda-feira

Medida ocorrerá para outras operadores de telefonia em todo o país, para minimizar problemas de serviço

A partir desta segunda-feira, 23 de julho, algumas operadoras de telefonia móvel não poderão comercializa linhas de telefonia celular e internet. 

A medida, determinada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vale para todo o país e em Brusque, assim como em todo Santa Catarina, a Claro, será a operadora suspensa.

A medida pretente fazer com que as operadoras apresentem à Anatel um plano de investimentos em até 30 dias que deve tratar principalmente da qualidade da rede, completamento de chamada e diminuição de interrupção de serviços.

No município, pelo menos desde 2011 os problemas com a telefonia móvel vem sido registrados com frequencia no Procon da cidade e a expectativa é que a medida da Antel, assim como outras feitas pelo próprio órgão da cidade, possam garantir mais qualidade de serviço aos usuários. 

No dia 11 de junho, em Brusque, foi realizada um audiência pública que discutiu a necessidade de melhorias nos serviços prestados pelas operadoras na cidade. Na ocasião, foi determinado que as empresas apresentem até o dia 15 de agosto respostas às demandas do município. 

– Não é uma medida que veio de uma hora para a outra. Esperamos que com a determinação da Anatel as empresas agora se apressem no cumprimento das normas, para até o dia 15 de agosto também termos informações mais positivas – comentou o diretor. 

*Confira a reportagem completa, a opinião de usuários e o parecer da operadora sobre o assunto, na edição impressa do Jornal Município Dia a Dia desta sexta-feira, 20 de julho. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio