Anônimo encontra fotos antigas de São João Batista no lixo e doa à prefeitura

Imagens da cidade na década de 70, algumas raras, serão digitalizadas

Anônimo encontra fotos antigas de São João Batista no lixo e doa à prefeitura

Imagens da cidade na década de 70, algumas raras, serão digitalizadas

Uma agradável correspondência chegou à Prefeitura de São João Batista na segunda-feira, 18. Um envelope contendo várias fotos da década de 70 voltaram para o município. Ao receber o material, o prefeito Daniel Netto Cândido se emocionou com os registros raros da cidade.

A coordenadora de Comunicação e Imprensa, Dirleni Dalbosco, relata que ainda no fim do ano passado um homem ligou para ela e disse possuir algumas fotos do município. Elas teriam sido encontradas há alguns anos em um lixo por outra pessoa e haviam parado nas mãos dele.

Como estava de mudança, o homem – que não quis se identificar – decidiu entregar para a prefeitura, por achar importante manter os registros da época. “Eu tentei uma maneira de buscar o material, mas ele insistiu em não revelar a identidade. Então pedi para entregar na Granfpolis [associação] que eles conseguiriam nos entregar”, conta Dirleni.

Na segunda-feira o material então chegou por meio de uma correspondência enviada pela Associação dos Municípios da Grande Florianópolis (Granfpolis). “Ficamos muito felizes, pois são imagens que resgatam momentos importantes da nossa cidade. O mundo ainda tem sim pessoas do bem”, diz o prefeito Cândido.

Segundo Dirleni, algumas imagens são únicas e que até então não existiam mais no município, como fotos em frente ao Hospital Municipal Monsenhor José Locks quando a rua ainda não era pavimentada, e diversas inaugurações de pontes pênsil no município. “São fotos muito bonitas e que retratam bem a história da cidade”, afirma.

Destinação das imagens
A prefeitura agora trabalhará na digitalização de todas as fotos que voltaram para a cidade, para que os registros fiquem eternizados. A princípio, as imagens ficarão bem guardadas na própria prefeitura, sendo algumas delas expostas ao público no mural existente no hall de entrada.

Entretanto, elas também estarão disponíveis para trabalhos das secretarias que tiverem interesse, como a Educação e Cultura.