Aos 18 anos, Luizinho entra no grupo dos mais jovens a marcar gol pelo Brusque

Após balançar as redes contra o Criciúma, jogador busca ainda mais espaço no quadricolor

Aos 18 anos, Luizinho entra no grupo dos mais jovens a marcar gol pelo Brusque

Após balançar as redes contra o Criciúma, jogador busca ainda mais espaço no quadricolor

Aos 44 do segundo tempo, em um Heriberto Hülse recheado de tricolores, Luizinho se atira em uma bola respingada na área para cabecear e marcar seu primeiro gol na breve carreira profissional. Com isso, o Bruscão empata com o Tigre fora de casa, mantém a crise no adversário e segue sonhando com vaga na Copa do Brasil dentro do Campeonato Catarinense.

Assim como o gol do último dia 16 foi fundamental para os planos do Brusque nesta reta final do estadual, a bola de Luizinho, que não foi alcançada pelo xará, o goleiro Luiz, marca um momento fundamental na história do atleta de 18 anos. O meia foi o atleta mais novo a marcar um gol pelo quadricolor há pelo menos cinco anos.

No clube há três anos, Luizinho agora espera buscar ainda mais espaço no time principal. “É pra isso que eu trabalho e sigo treinando forte durante a semana. Meus colegas e a comissão técnica também dão muita confiança, e é por isso que o gol foi importante”.

Começo nas escolinhas
Natural de União da Vitória (PR), Luiz Henrique veio para Brusque em 2010, aos dez anos. Assim que chegou na cidade, tratou de buscar espaço em uma escolinha de futebol, dando continuidade aos ensinamentos que já tinha no Paraná. “Eu já tinha familiares aqui, e meus pais se mudaram para cá por ter mais oportunidades. O futebol aqui também tem mais espaço, e esse foi um dos motivos da mudança”, explica.

Divulgação

O aprendizado seguiu nos dois principais rivais do futebol brusquense. Primeiro no Paysandú, onde ficou por dois anos. Depois, seguiu crescendo dentro da modalidade na escolinha do Carlos Renaux, até ser observado pelo Brusque. “Me chamaram para fazer parte da base do clube em 2016. Disputei o Catarinense Sub-17 e, em junho, subi para o profissional”.

As oportunidades passaram a surgir em 2017, principalmente na Copa Santa Catarina, na qual chegou a ser titular em algumas oportunidades. “Eu sou meia, mas tenho atuado também como um ponta-esquerda. Na Copinha joguei como primeiro volante também”.

Apoio da equipe
Neste estadual, Luizinho também teve muitas chances, quase sempre entrando na reserva. Segundo ele, consegue aprender muito com os atletas mais experientes. Quando marcou seu gol, os companheiros o abraçaram muito, comemorando também o debute com as redes. Ainda tímido para as entrevistas, ele espera aprender bastante com os colegas de equipe. “Eles sempre me incentivam e torcem para que eu me desenvolva no futebol. Estou aprendendo muito com todos”.

Nesta quinta-feira, 22, o Bruscão enfrenta um adversário que Luizinho conhece bem. Ele enfrentou o Tubarão na Copa Santa Catarina e também pelo Catarinense. “É um dos times mais complicados do campeonato, nunca facilita o jogo. Perdemos alguns atletas importantes para o jogo, como o Douglas (Silva, zagueiro que está suspenso pelo terceiro amarelo), mas temos fé de que vamos conquistar a vitória”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio