Apático, Brusque perde para o Figueirense e estaciona na tabela do Catarinense

Em uma das piores apresentações da temporada, time sofre derrota por 2 a 0

Apático, Brusque perde para o Figueirense e estaciona na tabela do Catarinense

Em uma das piores apresentações da temporada, time sofre derrota por 2 a 0

Jogando fora de casa contra o Figueirense, o Brusque teve uma de suas piores apresentações da temporada e foi derrotado por 2 a 0. Com cinco desfalques, o Figueirense jogou para o gasto, fez dois gols no primeiro tempo e contou com a falta de criatividade do Brusque para apenas segurar o resultado positivo.

A partida foi realizada na noite deste sábado, 9, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Com a derrota, o Brusque teve suas chances de G-4 reduzidas. Apático, o time não teve forças para fazer frente ao Figueira e foi presa fácil em Florianópolis. Agora, terá uma sequência de dois jogos em casa, contra Marcílio Dias e Criciúma.

Presa fácil
O Brusque foi um time inocente no primeiro tempo de partida. Jogando contra um Figueirense remendado, sem cinco de seus titulares, a equipe vacilou em dois lances cruciais que resultaram em gols. Bola parada e contra-ataque foram os grandes vilões do quadricolor.

A equipe entrou em campo com novidade. Everton Dias, apresentado quinta-feira, assumiu logo a titularidade, colocando Karl no banco. A mudança, contudo, não mudou um aspecto que vem jogando contra o Brusque neste campeonato, que é a lentidão na transição da defesa pra o ataque. Defensivamente, o time teve também os mesmos cochilos de sempre.

Após muito tempo sem a posse de bola, o Brusque sofreu o golpe aos 9 minutos. A cobrança de falta foi ensaiada, Julio Rusch mandou rasteira para a entrada da área e Alípio chegou batendo. A bola ainda tocou em Everton Dias antes de entrar nas redes.

O Bruscão foi pra cima e conseguiu bons lances na sequência, mas não foi eficaz na hora de botar a bola na rede. Aos 25, após triangulação, a bola sobrou com Jefferson Renan que mandou pra fora. Apenas três minutos depois, Jefferson entrou na área e chutou cruzado, perdendo nova chance ao mandar fora da meta.

Mas, mesmo em melhor situação, o time foi punido aos 28 por não ter balançado as redes. Em contra-ataque, Alemão Teixeira cruzou na cabeça de Willian Popp, ele escorou para o meio da área e Julio Rusch completou, também de cabeça, para as redes. Atônito, o Brusque não conseguiu mais incomodar o Figueirense, e só aguardou para o sermão de Caranhato no intervalo.

Sem forças
Nem sermão e nem mudança tática. Nada mudou, e o Brusque seguiu com fragilidade na criação das jogadas, sendo facilmente bloqueado pela defesa alvinegra e ainda sofrendo pressão do time adversário em determinados pontos do segundo tempo. Denis terminou a partida sem ter feito sequer uma defesa difícil.

Passes errados, afobação e mal posicionamento também complicaram a vida do time. Em diversos momentos, quem pegava a bola não tinha para quem passar. Durante a semana, Caranhato afirmou que havia trabalhado esta deficiência, mas ela voltou a se apresentar aos quase 3 mil espectadores que foram ao Scarpelli.

As mudanças de Caranhato foram tardias. Isac entrou aos 39 minutos e Gustavo entrou por alguns segundos em campo, sem ter tocado na bola. Para piorar, Ianson tomou cartão amarelo e agora está fora da próxima partida, contra o Marcílio Dias.

Em um segundo tempo sem emoções ou gols, tanto Brusque quanto Figueirense apenas aguardaram o apito final. Ao quadricolor, o sabor da derrota, e a manutenção da irregularidade dentro do Catarinense. Ao Figueirense, mais um triunfo tranquilo, sem fazer forças, jogando para o gasto e se mantendo na ponta da competição.

Ficha técnica

Figueirense

Denis
A. Teixeira
Ruan Renato
Wesley
Brunetti
Jean
Patrick
Júlio Rusch (Juninho)
Willian Popp
Alípio (Bruno)
João Diogo (Mateus Lucas)

Téc. Hemerson Maria

Brusque

Paulo Sérgio
Edilson
Ianson
Neguete
Airton
Ruan
Everton Dias (Gustavo)
Vitor Junior
Maranhão
Jefferson Renan
Hélio Paraíba

Téc. Marcelo Caranhato

Data: 09/03/2019
Hora: 18h
Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis
Arbitragem: Luiz Augusto Tisne
Auxiliares: Kleber Lucio Gil e Alexandre Lodetti
Gols: FIG: Alípio (9 min, 1º T); Julio Rusch (29 min, 1º T)
Cartões amarelos: FIG – Wesley e Bruno; BRU – Ianson e Everton Dias
Público: 2.956

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio