Apedeb garante vaga na Divisão de Acesso do Campeonato Brasileiro em Cadeira de Rodas

Time de Brusque, ainda amador, competirá com equipes profissionais

Apedeb garante vaga na Divisão de Acesso do Campeonato Brasileiro em Cadeira de Rodas

Time de Brusque, ainda amador, competirá com equipes profissionais

A equipe de basquete sobre rodas da Associação das Pessoas Deficientes de Brusque (Apedeb) garantiu uma das vagas para a Divisão de Acesso do Campeonato Brasileiro. A conquista foi em Florianópolis, no Campeonato Regional Sul, disputado de 10 a 14 de julho.

A competição contou com nove equipes dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Destas, quatro times disputaram duas vagas para o campeonato que equivale a quarta divisão nacional. O outro classificado foi a equipe paranaense Tubarões/Apedef, de Ponta Grossa.

O time brusquense terminou em sexto lugar. Os cinco primeiros lugares já participam de outras divisões do Brasileiro. Por isso, as vagas foram para as equipes da sexta e sétima colocações. 
Jogos

O primeiro confronto do time de Brusque foi contra a Adfp Fênix, de Curitiba. Os brusquenses levaram a melhor ao vencer com o placar apertado de 44 a 41. Segundo o técnico da Apedeb, Gustavo Josende Caetano, o duelo foi o principal desafio para a equipe. “Além de ser o primeiro jogo do evento, era uma partida que a gente sabia que tinha que ganhar. O confronto já nos classificava, pois eliminava um candidato direto pela vaga”.

Após a primeira vitória, o time de Brusque foi derrotado por Tubarões de Floripa/Omda por 47 a 21 e pelo Águias/Coopercarga, de Concórdia, pelo placar de 46 a 34. O treinador comemora a classificação sobretudo porque alguns atletas não conseguiram a liberação das empresas nas quais são colaboradores. “Fomos muito bem. Alcançamos o nosso objetivo que era a conquista da vaga para o brasileiro”.
Preparação

Segundo Caetano, a preparação para a disputa da Divisão de Acesso será intensificada. Ele destaca que na competição regional o nível técnico das equipes já é alto, pois a maioria dos times do Sul são profissionais. “Brusque é totalmente amador. As outras equipes recebem para jogar. Como os atletas possuem tempo à disposição para o basquete, se preparam para as competições treinando todos os dias”, diz. 

No time brusquense, os jogadores treinam em média apenas seis horas por semana. “É pouco tempo de treino semanal. Têm equipes que fazem esse tempo em dois dias. Como temos essa dificuldade, que muita gente trabalha, os treinos são à noite. Por isso, vamos trabalhar e intensificar a parte física”.

O técnico trabalha com a equipe há cinco anos e afirma que durante esse tempo os atletas vêm surpreendendo. “A equipe evoluiu muito. Estamos fazendo um trabalho bem feito e eles assimilam tudo o que propomos. Com toda a dificuldade de material e tempo, a equipe está jogando muito bem”.
Divisão de Acesso
O Campeonato Brasileiro da Divisão de Acesso do Basquete em Cadeira de Rodas será realizado entre os dias 10 e 15 de dezembro. Uma das principais dificuldades da Apedeb é custear a ida dos atletas para a competição. Segundo o técnico, o Sesc está colaborando em busca de apoio.

Além disso, os atletas precisam de cadeiras de rodas novas. O material deve ser conforme exigência da Confederação Brasileira de Basquetebol da modalidade. Algumas cadeiras não passaram na avaliação para o Regional Sul, o que dificultou o desempenho da equipe.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio