Apenas uma emissora disponibiliza sinal de TV digital em Brusque

Prazo para substituição do sinal analógico foi adiado para 2018

Apenas uma emissora disponibiliza sinal de TV digital em Brusque

Prazo para substituição do sinal analógico foi adiado para 2018

Até o momento, apenas uma emissora de televisão dispõe de sinal digital em Brusque. A RBS TV opera o sistema em regime experimental. Outras três emissoras consultadas informaram que não possuem prazo definido para implantação do modelo. O prazo máximo para substituição total do sistema analógico pelo digital, inicialmente previsto para 2016, foi adiado para dezembro de 2018. O decreto, publicado no dia 30 de julho, prevê ainda que a mudança obrigatória para o sinal digital seja feita de forma gradual. Esse processo deve começar em janeiro de 2015. 

Segundo informações do escritório da RBS em Brusque, o sinal digital está funcionando em fase de experimentação. Isso significa que ele pode ser sintonizado no canal aberto 33.1, desde que o aparelho possua o conversor instalado. A emissora informou ainda que ajustes estão sendo feitos, e não há previsão de prazo para liberação do sinal definitivo. Por enquanto, a transmissão é gratuita.

A Band SC informa que o pedido de liberação do sinal para Brusque já foi homologado junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). “Mas isso não significa que o sinal será liberado logo. Não temos prazo definido. Implantação envolve demandas financeiras altas, muitos equipamentos precisam ser comprados”, afirma o coordenador técnico da emissora, Hélvio Paiva.

Outras duas emissoras sequer tem previsão de fazer pedido de autorização à Anatel. O técnico do SBT SC, Jefferson Heidrick, diz que até o momento, apenas Blumenau, Lages, Florianópolis e Joinville possuem o sinal. “Isso precisa ser planejado com antecedência. Por hora, não há outras cidades na lista de implantação”. A RIC Record, em nota, informou que, até o momento, tem o sinal disponível apenas em Florianópolis, e houve pedido para Joinville. Para outros municípios, a emissora disse não existir projeto.
Implantação será gradual

Segundo o novo decreto que regula a implantação do sistema de TV Digital no Brasil, “a transmissão digital de sons e imagens incluirá, durante o período de transição, a veiculação simultânea da programação em tecnologia analógica”. Ou seja, até 2018, ainda será possível ter acesso ao sinal convencional, utilizado atualmente. Após esse prazo, os canais utilizados para transmissões analógicas serão devolvidos à União, e o único sistema em funcionamento será o digital.

De acordo com o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o desligamento começará pela região Sudeste.”A ideia é fazer esse desligamento mensalmente, a partir de fevereiro ou março de 2015, começando pelas regiões metropolitanas, onde a população já fez a migração para o modelo digital”. Ainda segundo o ministro, o governo estuda realizar, antes disso, dois projetos piloto de desligamento do sinal analógico, mas ainda não se sabe em que localidades, já que há necessidade de estrutura prévia.

> Confira reportagem completa na edição desta terça-feira, 20 de agosto, do Jornal Município Dia a Dia

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio