Após 12 horas de discursos: 44 declaram voto pelo impeachment de Dilma e 18 contra

Sessão final para votação do julgamento iniciará às 11h desta quarta-feira, 31

Após 12 horas de discursos: 44 declaram voto pelo impeachment de Dilma e 18 contra

Sessão final para votação do julgamento iniciará às 11h desta quarta-feira, 31

O senador Romário (PSB-RJ) foi o último a discursar na fase de pronunciamentos dos senadores. Ele votou a favor do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff e disse que o crime de responsabilidade foi mostrado de forma clara no Senado.

Acompanhe ao vivo: Lewandowski aceita dividir votação do impeachment em duas; senadores debatem

No total, 63 senadores discursaram nesta fase do processo, que começou por volta das 14h30 desta terça-feira, 30, e terminou pouco depois das 2h30 desta quarta-feira.

Pelos discursos, 44 senadores declararam votos a favor do impeachment, 18 contra e um não declarou o voto. No total foram quase 17 horas de sessão, iniciando com as falas da defesa e da acusação. Quatro senadores desistiram de falar e um senador, Romário, se inscreveu mais tarde.

Os três senadores catarinenses, Paulo Bauer (PSDB), Dário Berger (PMDB) e Dalírio Beber (PSDB), usaram a tribuna e declararam voto favorável ao impeachment.

Sessão às 11h

Após o voto de Romário, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que conduz os trabalhos no Senado, disse que a sessão final para votação do julgamento do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff vai ser retomada nesta quarta-feira, a partir das 11h. Para o impedimento definitivo, são necessários ao menos 54 votos entre os 81 senadores.

Agência Brasil
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio