Após atraso, Deinfra diz que obras no trecho itajaiense iniciam ainda nesta semana

Previsão era de que duplicação na parte itajaiense iniciasse no dia 23 de outubro, no entanto, não há nenhuma movimentação no local

Após atraso, Deinfra diz que obras no trecho itajaiense iniciam ainda nesta semana

Previsão era de que duplicação na parte itajaiense iniciasse no dia 23 de outubro, no entanto, não há nenhuma movimentação no local

As obras de duplicação na parte itajaiense da rodovia Antônio Heil ainda não começaram. O prazo inicial dado pelo Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) era de que o trabalho na rodovia começaria 90 dias após a assinatura da ordem de serviço que autorizou a obra, no início de julho.

Os 90 dias encerraram no início do mês de outubro, e mais de um mês após o prazo, não há nem sinal de máquinas na rodovia no trecho que vai da lombada eletrônica do bairro Limoeiro até o entroncamento com a BR-101. O responsável por executar a obra é o consórcio formado pelas empresas Triunfo e Compasa, do Paraná.

O engenheiro responsável pela fiscalização da obra, Cleo Quaresma, afirma que a empresa já foi notificada sobre o atraso no início da obra. “Eles já foram notificados. A expectativa era que a obra começasse no dia 23 de outubro, mas por enquanto não há nenhuma movimentação no trecho”, diz.

Segundo ele, o Deinfra já entrou em contato com o consórcio para questionar os motivos do atraso. “Eles afirmam que estão se programando e que o mais breve possível devem iniciar a obra. Agora só nos resta esperar”.

Quaresma tem expectativa de que os trabalhos iniciem ainda nesta semana, caso contrário, o Deinfra terá que agir. “Se as obras não iniciarem nesta semana seremos obrigados a passar um documento a eles cobrando o início dos trabalhos”, diz.

Segundo ele, o atraso pode comprometer o cronograma de trabalho do Deinfra. “O setor de fiscalização está preocupado porque os trabalhos já eram para ter iniciado, e se não começarem o mais rápido possível vão comprometer o nosso cronograma de trabalho e tudo ficará mais difícil”, afirma.

O Município Dia a Dia tentou contato com o Consórcio Triunfo Compasa, mas não conseguiu localizar os responsáveis pela obra de duplicação.
A obra

A previsão é que a obra inicie em frente à Epagri. Serão duplicados 21 quilômetros, com investimentos de R$ 131 milhões e prazo para conclusão de três anos. De acordo com o projeto, a interseção da SC-486 com a BR-101 será o trecho mais complexo da obra. No local, será construído um trevo completo, permitindo a execução de todos os movimentos com segurança.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio