Conteúdo exclusivo para assinantes

Após ficar quase o ano todo parada, obra na rua Nova Trento reinicia

Empresa Pacopedra assumiu o trabalho que se arrasta desde janeiro de 2015

Após ficar quase o ano todo parada, obra na rua Nova Trento reinicia

Empresa Pacopedra assumiu o trabalho que se arrasta desde janeiro de 2015

Após meses paralisada, a obra da rua Nova Trento reiniciou nesta semana. A empresa Pacopedra, de Gaspar, assumiu o trabalho e a ordem é acelerar para recuperar o tempo perdido.

A obra iniciou no mês de janeiro de 2015 e a previsão de término era de seis meses. Porém, quase três anos se passaram e somente a rede de drenagem pluvial foi executada por completo. As calçadas e a pavimentação asfáltica foram feitas parcialmente.

O vice-prefeito de Brusque, Ari Vequi, diz que o planejamento é concluir as calçadas e a última camada asfáltica na rua e também iniciar a construção da rótula, na saída para a avenida Primeiro de Maio.

De acordo com Vequi, a empresa que executava a obra, a Empreiteira de Mão de Obra Adrimar, desistiu do trabalho e, por isso, foi preciso a convocação da segunda colocada na licitação.

O vice-prefeito diz que além dos problemas enfrentados com a empresa, a prefeitura também teve que agilizar as prestações de conta dos recursos recebidos do governo do estado para a obra até agora.

“Passaram três administrações e não conseguiram resolver isso. Não tiveram o mínimo de condições de aprovar a primeira prestação de contas. Nós conseguimos a aprovação da primeira com restrições e agora trabalhamos para enviar a segunda, que nem foi feita pelas outras administrações”, diz.

De acordo com Vequi, é preciso manter as prestações de contas em dia para continuar recebendo os recursos que são essenciais para a continuidade da obra. “Queremos enviar a segunda prestação de contas até segunda-feira para que seja possível a liberação da terceira parcela ainda este ano”.

Apesar da pressa, o vice-prefeito afirma que a obra não deve ser finalizada neste ano. “Quero receber a última parcela neste ano, aí a obra já pode seguir em janeiro e poderemos finalizá-la o quanto antes e acabar com o sofrimento dos moradores da rua Nova Trento”, diz.

Até o momento, já foram gastos R$ 1.461.015,32 na obra que é financiada pelos recursos do Fundo de Apoio dos Municípios (Fundam). O investimento na obra é de R$ 2 milhões, com contrapartida de R$ 622 mil da prefeitura.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio