Após o Natal, clientes buscam lojas para trocar os presentes em Brusque

Empresas fazem trocas tanto de tamanho das peças quanto por outras mercadorias

Após o Natal, clientes buscam lojas para trocar os presentes em Brusque

Empresas fazem trocas tanto de tamanho das peças quanto por outras mercadorias

Depois dos presentes do Natal, muitas pessoas buscam as lojas de onde receberam as lembranças para fazer a troca. Seja pelo tamanho da peça, ou mesmo por não estar de gosto do presenteado, o ato de trocar o que foi recebido no período natalino já virou uma tradição nas lojas de Brusque.

Grande parte do movimento nos estabelecimentos diz respeito à troca de presentes. As lojas, inclusive, aproveitam para oferecer algum produto, encontrando lucro também no benefício ofertado ao cliente. Há comércios, inclusive, em que o presenteado pode trocar os presentes por outros tipo de mercadoria, diferente do que havia recebido.

Venda agregada
Na JCanedo, o movimento foi intenso um dia após o Natal. A loja do Centro, voltada ao público masculino, foi uma das que disponibilizou trocas por diferentes tipos de mercadoria.

Segundo o vendedor Edemilson Bueno, o Nino, o cliente tem o direito de escolher os produtos que quiser e condizer com o valor do que havia recebido. Nino explica também que existe uma boa prospecção de vendas no ato das trocas. “Há um bom volume de pessoas realizando trocas aqui, e há essa possibilidade de venda agregada na troca, que é oferecer um produto a mais ao cliente”, diz.

Benefício aos clientes
A Calçados Gevaerd é uma das lojas que pratica as trocas há mais tempo em Brusque. Na loja, que vende além de calçados, artigos esportivos, o cliente pode trocar pela mercadoria que quiser. “Às vezes a gente dá um presente, mas não sabe direito o gosto da outra pessoa. Por isso damos essa alternativa”, explica o diretor da empresa Marcelo Gevaerd.

Atualmente, a loja está em recesso, mas retorna no dia 2 de janeiro e já aguarda o movimento das trocas de presentes. Segundo Gevaerd, o que chamou a atenção nesse ano foram pessoas trocando produtos antes mesmo do Natal. “Um grande número de clientes veio aqui até o dia 24 e já efetuou a troca”.

O diretor da loja lembra a importância de levar o produto completo – se for calçados, com a caixa e os itens, e se for a camisa levar também etiquetas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio