Bruscão: Após quatro meses sem jogar, Mineiro está próximo da recuperação

Atleta rompeu ligamento do joelho esquerdo e se prepara para estrear na Copa Santa Catarina

Bruscão: Após quatro meses sem jogar, Mineiro está próximo da recuperação

Atleta rompeu ligamento do joelho esquerdo e se prepara para estrear na Copa Santa Catarina

O dia 2 de abril de 2017 não traz boas lembranças ao volante Mineiro. No auge de sua forma física e com desempenho acima da média no Campeonato Catarinense, ele rompeu o ligamento do joelho esquerdo durante uma partida contra o Avaí. Precisou fazer uma cirurgia e ficar longe dos gramados por pelo menos seis meses.

Mas quem é guerreiro não baixa a cabeça. Após o procedimento cirúrgico realizado com sucesso pelo médico do clube, André Karnikowski, Mineiro deu início a sua recuperação. Sob a supervisão da fisioterapeuta Daiane Cristine Paza, o volante passou pela transição da cirurgia ao reforço muscular.

Já nas últimas semanas, ele é acompanhado pelo preparador físico quadricolor Sérgio Grach. Apenas cerca de quatro meses após a cirurgia, o jogador já pode ser visto fazendo atividades pesadas e exaustivas, resgatando a explosão física que lhe é peculiar.

Expectativa do retorno
Mineiro é conhecido pela vontade e entrega dentro de campo. Natural que, após tanto tempo sem treinar, esteja afoito pelo retorno aos gramados. A ansiedade é tanta que o atleta acompanhava treinos, rachões e as partidas do clube no período de recuperação, torcendo pelo bom desempenho do time no restante do estadual e no Brasileirão Série D.

A expectativa para voltar a trabalhar com a bola é grande para o volante que deve ser utilizado na Copa Santa Catarina, em outubro. “Ainda bem que vai ter a copa, vai ser muito bom para mim poder pegar ritmo de jogo. Minha cabeça está bem tranquila, e o mais importante vai ser quando o médico me liberar para jogar”.

“Eu fui muito homem com o Brusque. Tive reunião com dirigentes de Figueirense e Criciúma, até com documento para assinar, mas eu disse que não, era atleta do Brusque e ia honrar a palavra até o fim, pois foi o que meu pai me ensinou”, Mineiro, jogador do Brusque

O atleta recebeu toda a atenção da diretoria quadricolor, como uma forma de corresponder o seu carinho com o clube. Segundo ele, equipes da Série B nacional o procuraram para um pré-contrato. “Eu fui muito homem com o Brusque. Tive reunião com dirigentes de Figueirense e Criciúma, até com documento para assinar, mas eu disse que não, era atleta do Brusque e ia honrar a palavra até o fim, pois foi o que meu pai me ensinou”, explica.

A lesão, inclusive, tirou do atleta grandes oportunidades de, ao término do estadual, defender times de maior visibilidade – assim como aconteceu com Belusso e Leilson. Ele revelou que equipes de Série A e Série B haviam sinalizado interesse antes do problema com o joelho. “É complicado, mas eu tenho todo o tempo para recuperar esse bom momento honrar a camisa do Brusque”, explica.

Evolução e prazos

O preparador físico Sérgio Grach comanda os treino do atleta na quadra de areia. Foto: Cristóvão Vieira

Para o preparador Grach, a evolução de Mineiro impressiona. A tradicional garra do atleta se repetiu também na reabilitação da cirurgia. Ele conta até que a empolgação do volante precisou ser contida. “A gente gosta de trabalhar com um prazo de folga e de segurança para a recuperação, mas o Mineiro ultrapassou todos esses prazos. Mesmo assim vamos acompanhar a programação até mesmo para evitar problemas como tendinite, por isso a gente precisa dar uma segurada nele”, completa.

Na visão do preparador físico, o atleta deve estar pronto inclusive para a estreia da copinha, no dia 8 de outubro contra o Almirante Barroso. “Seria importante ele começar pelo menos no banco. Claro que depende do treinador, mas a titularidade precisaria ser a partir da segunda rodada” afirma.

Grach agora trabalha com a parte chamada de valências físicas do atleta, como força, resistência e velocidade. Na quadra de areia da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), ele bate cordas, corre com obstácuilos, pratica saltos e sua muito a camisa. “Estamos no processo de retomar a agilidade do Mineiro, mas ele é muito forte e até o fim de setembro deve estar 100%”.

 

O dia 2 de abril de 2017 não traz boas lembranças ao volante Mineiro. No auge de sua forma física e com desempenho acima da média no Campeonato Catarinense, ele
Conteúdo exclusivo para assinantes

Para ler todas as notícias, assine agora!

Oferta especial para você ficar
bem informado SEM LIMITES

Menos de

R$ 0,35
ao dia
R$ 9,90 ao mês
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio