Após vídeo de motorista irritado, Prefeitura de Guabiruba fará reunião sobre o transporte escolar

Pais dos alunos que aparecem em vídeo foram notificados e motorista recebeu advertência

Após vídeo de motorista irritado, Prefeitura de Guabiruba fará reunião sobre o transporte escolar

Pais dos alunos que aparecem em vídeo foram notificados e motorista recebeu advertência

Um vídeo que mostra um motorista do transporte escolar de Guabiruba entrar em conflito com estudantes usuários do ônibus repercutiu nas redes sociais no fim de semana. O incidente aconteceu na linha do bairro Aymoré, na quarta-feira, 7.

No vídeo, é possível ver o motorista, que parou o ônibus, dar uma bronca nos estudantes, dando um aviso de que “esse ano não vai ser igual ao ano passado”. A gravação dá a entender que o motorista se irritou com a bagunça de usuários do transporte escolar, que são alunos da Escola de Educação Básica Professor João Boos.

O prefeito de Guabiruba, Matias Kohler, diz que “dificuldades no transporte escolar sempre existiram, em todos os municípios, pois muitas vezes os estudantes não se comportam como deveriam. Mas isso não tira a responsabilidade do município de lidar com essa situação”.

Segundo ele, o motorista do ônibus já é funcionário do transporte escolar da cidade há mais de dez anos, e “acabou se alterando, em virtude de provocações que já se estendiam há algum tempo”, como chegou ao conhecimento do prefeito após a divulgação do vídeo.

A prefeitura solicitou ao motorista que agisse com moderação e com uma postura adequada e fez uma advertência verbal. Procuraram também, através das imagens do vídeo, identificar os estudantes envolvidos para que fosse efetuado um contato com os pais.

Orientações serão repassadas pela pasta às unidades de transporte escolar, para firmar regras mais claras em relação ao comportamento nos ônibus. De acordo com Kohler, serão afixados cartazes nos veículos para que sejam estabelecidos os direitos e deveres dos usuários do transporte escolar do município, que é feito em parceria com a Secretaria Estadual de Educação.

Segundo o prefeito, quando ocorrem falhas, a prefeitura tem a obrigação de corrigir, afinal, os pais confiam os filhos ao transporte escolar, e o município precisa prestar esse serviço aos alunos com confiança.

“Foi constatado pelo vídeo que os estudantes, alunos de ensino médio, que deveriam ter mais juízo, estavam fazendo chamas de aerosol, o que pode ocasionar uma situação muito mais grave, que graças a Deus não aconteceu”, diz.

“Nesse ato os estudantes demonstraram que não têm uma atitude de acordo com o que se espera. Mas, de maneira tranquila, vamos contornar essa situação, orientar os pais, colocar regras claras e mais explícitas. Se entendermos que não foi suficiente, teremos que partir para um afastamento dos alunos, um convite para que não utilizem mais o transporte escolar para não causarem risco aos outros usuários”, afirma Kohler.

Uma reunião entre os pais dos alunos e a Secretaria de Educação, para tratar de várias questões relacionadas à educação do município, inclusive sobre os vídeos envolvendo o transporte escolar, acontece na tarde desta quarta-feira, 14, às 15h30, na Câmara de Vereadores de Guabiruba.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio