Conteúdo exclusivo para assinantes
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Após xingar catarinenses, Assembleia Legislativa aprova moção de repúdio a Agnaldo Timóteo

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Após xingar catarinenses, Assembleia Legislativa aprova moção de repúdio a Agnaldo Timóteo

Raul Sartori

Arrependimento
Apesar de ter pedido desculpas aos catarinenses, paranaenses e gaúchos, após tê-los qualificado como “cínicos” e “miseráveis” por não simpatizarem com Lula, o cantor Agnaldo Timóteo vai receber uma “homenagem” às avessas. A ele está sendo encaminhada uma moção de repúdio, aprovada ontem pelo plenário da Assembleia Legislativa. Mais que isso, o falastrão ficará riscado por um bom tempo das agendas de shows em SC. Ninguém se arriscará a contratá-lo depois da desfeita.

Fim e meios
Conformados com a sua insignificância, os setores cultural, turístico e esportivo catarinense não vão fazer maiores protestos com a decisão do governador em exercício, Eduardo Pinho Moreira, que deve confirmá-la por estes dias, de extinguir a respectiva secretaria de Estado. Nem vão contrapor que outras secretarias, como as de Articulação Internacional e Assuntos Estratégicos, são bem mais insignificantes, mas que permanecem ativas e sob medida para acomodar interesses, estrategicamente políticos.

Subindo
Agora no PSD, se agiganta a cada dia a estrela política do ex-deputado e ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Júlio Garcia. Os encontros recentes e outros que estão acontecendo em toda a região sul de SC indicam que ele será candidato na linha de frente nas eleições de outubro.

Lula aqui
O ex-presidente Lula visitará Florianópolis, Chapecó e São Miguel do Oeste neste final de semana. Chega sábado pela manhã em Florianópolis e participa de atividade com os reitores, um ato no Largo da Catedral. Depois, segue para Chapecó e São Miguel do Oeste. Tudo indica que a visita não passará sem barulho. Do tipo “nós” contra “eles” e vice-versa.

Trabalhar menos
No primeiro debate entre os candidatos a reitor da UFSC, sexta-feira passada, a primeira pergunta, após as apresentações dos três postulantes (Ubaldo César Balthazar, Edson De Pieri e Irineu Manoel de Souza) foi sobre a proposta de implantação da jornada de trabalho de 30 horas para os técnicos-administrativos da instituição. E, bingo! Os três se declararam a favor.

Chandon
O Superior Tribunal de Justiça negou provimento ao recurso especial da empresa francesa Champagne Moët & Chandon que buscava proibir que uma danceteria de Florianópolis continuasse a utilizar o nome Chandon. De forma unânime, o colegiado concluiu que a proteção à marca de bebidas francesa está adstrita ao seu ramo de atividade, não havendo possibilidade de confusão entre empresas que atuam em negócios distintos.

Nervos
A presença ostensiva, mais que a habitual, da Policia Federal em Tubarão, Laguna e Criciúma nos últimos dias tem levado muitas pessoas do andar de cima – políticos, em especial – à completa insônia.

Comida
Acerca da aprovação, na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, anteontem, da concessão do título de capital nacional de gastronomia típica italiana para Nova Veneza, em SC, a senadora Marta Suplicy (MDB-SP) inicialmente se opôs, justificando que o título deveria ser dado à cidade de São Paulo, de onde foi prefeita. Após ouvir outros argumentos, recuou: “Apesar de ter um carnaval veneziano, que a gente não tem… Sabe o que eu vou dizer? São Paulo já é mesmo. Deixem Nova Veneza ter o título!”, afirmou.

Impunidade
O Ministério Público de SC tem uma espécie de manual de como ele atua no combate à miserável e infame farra do boi. Como se sabe, a farra é crime mas, mesmo com as centenas de ocorrências registradas todo ano, inclusive com mortes de pessoas e animais, não se conhece condenação de farristas.

Diferenças
Apesar da inflação estável, nossa economia tem convulsões incuráveis. Em Joinville, em função da proximidade da Semana Santa, o Procon local fez pesquisa em várias peixarias e supermercados e constatou variação de preços que chega a 327%. As maiores foram da sardinha limpa (203%), bacalhau desfiado (300%) e camarão médio com casca (327%).

Assédio
Sem citar nomes – apesar de toda universidade saber de quem se trata, já que há um histórico de fatos e atos acerca dele – a Udesc decidiu abrir, pela primeira vez , um processo administrativo para apurar as informações acerca de denúncias de assédio sexual recebidas pela ouvidoria da instituição contra um professor.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio