Aprovação de Paulo Eccel é de 40%

Pesquisa junto à população de Brusque aponta ainda um índice de reprovação de 34% do ex-prefeito

Aprovação de Paulo Eccel é de 40%

Pesquisa junto à população de Brusque aponta ainda um índice de reprovação de 34% do ex-prefeito

Dando continuidade à série de pesquisas encomendadas junto ao Instituto de Pesquisas Sociais (IPS) da Univali, o Município Dia a Dia publica hoje os dados referentes à avaliação de desempenho do governo do ex-prefeito Paulo Eccel, cassado após julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A pesquisa, que ouviu 637 pessoas no dia 16 de abril, aponta que o índice de aprovação do governo Eccel, pela população de Brusque, é de 39,56%.

A pesquisa, em números gerais, demonstra que 31,55% consideram o governo Eccel bom, e 8,01% o consideram ótimo. Esses dois percentuais somadas geram o índice de aprovação de 39,56%. Na mesma pesquisa, boa parte do eleitorado (20,25%) avalia a gestão passada como regular, o que não entra na conta do índice de aprovação, mas também fica fora do índice de reprovação.

A rejeição ao governo anterior, por sua vez, é verificada em 34,38% da população. Essa conta soma os brusquenses que consideram o governo Eccel péssimo (21,51%) e ruim (12,87%). A pesquisa foi realizada poucas semanas depois da cassação de Eccel e os resultados dividem opiniões de especialistas (conforme análises desta página).

Carlos Eduardo Sell, doutor em Sociologia Política, vê os números como positivos para Eccel, devido ao fato de que, mesmo após a cassação, ainda consegue manter-se com um índice de aprovação maior do que o de rejeição. Já os coordenadores da pesquisa consideram que, na avaliação dos extremos (índices de “ótimo” e “péssimo”), Eccel sai em desvantagem.

 

paulo 1

 

paulo 2

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio