Armas e objetos de caça são apreendidos em Guabiruba

Os analistas ambientais apreenderam espingardas, rifle e apitos para atrair aves

Armas e objetos de caça são apreendidos em Guabiruba

Os analistas ambientais apreenderam espingardas, rifle e apitos para atrair aves

Dois homens foram flagrados na última sexta-feira, 28 de fevereiro, por posse ilegal de armas de fogo, em propriedade rural na localidade de Lageado Alto, em Guabiruba, dentro dos limites do Parque Nacional da Serra do Itajaí, uma unidade de conservação federal.

Leia também

Foram apreendidas três espingardas e um rifle, dezenas de apitos para atrair aves silvestres, centenas de cartuchos de diversos calibres e uma máquina automática com equipamentos para recarregar munição.

Duas espingardas estavam escondidas em fundo falso de uma parede e o rifle estava equipado com uma mira telescópica de uso restrito, devido ao longo poder de alcance.

A posse e o porte de armas de fogo sem registro é crime. Penetrar no parque com mecanismos próprios para a caça, pesca ou exploração de recursos florestais, sem autorização do órgão competente, também é crime e sujeita o infrator a multa que pode chegar a R$ 10 mil.

O flagrante foi realizado por analistas ambientais do ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – autarquia federal vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, órgão responsável pela gestão das unidades de conservação federais, com o apoio de soldados do 10º Batalhão de Polícia Militar de Santa Catarina.

Os infratores foram conduzidos até a delegacia de Polícia Federal em Itajaí, e pagaram fiança. Eles respondem em liberdade o processo instaurado na Justiça Federal.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio