Assembleia Estadual define rumos da greve dos professores em Santa Catarina

Na regional de Brusque, apenas três professores permanecem parados

Assembleia Estadual define rumos da greve dos professores em Santa Catarina

Na regional de Brusque, apenas três professores permanecem parados

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte/SC) convocou todos os profissionais da área para uma Assembleia Estadual, a partir das 14 horas desta terça-feira, 8 de maio, no Centro de Eventos Centro Sul, em Florianópolis. 

O encontro, que vai reunir trabalhadores de todas as regiões do estado, pretende debater o panorama atual da greve da categoria e discutir sobre a continuidade ou não da paralisação, que oficialmente começou no dia 23 de abril. Segundo o coordenador regional do Sinte em Brusque, Agenor José Leal, a ideia da reunião é avaliar o movimento em várias cidades e definir as próximas ações dos grevistas.

– A greve está relativamente fraca na região, e em todo o estado na verdade. Esperávamos uma adesão maior dos professores, mas acabou não acontecendo. Essa assembleia em Florianópolis vai decidir se a greve continua ou termina, dependendo da situação na maioria das regiões de Santa Catarina – explica Leal.

Na rede estadual de ensino dos oito municípios – Brusque, Guabiruba, Botuverá, Nova Trento, São João Batista, Tijucas, Major Gercino e Canelinha – atendidos pela Secretaria de Desenvolvimento Regional de Brusque (SDR), apenas três professores permanecem em greve, dois em Tijucas e um em Brusque (na Escola de Ensino Básico Feliciano Pires), conforme o gerente de Educação da SDR, Moacir Merízio.

**Saiba mais na edição impressa do Jornal Município Dia a Dia desta terça-feira, 8 de maio.   
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio