Associação lança “Paixão e Morte de um Homem Livre”

Em 2015, espetáculo será apresentado nos dias 2 e 3 de abril, Quinta e Sexta-Feira Santa, respectivamente

Associação lança “Paixão e Morte de um Homem Livre”

Em 2015, espetáculo será apresentado nos dias 2 e 3 de abril, Quinta e Sexta-Feira Santa, respectivamente

A Associação Artístico Cultural São Pedro (AACSP) lançou na noite de ontem, na Sociedade Recreativa Guabirubense, a 20ª edição do espetáculo “Paixão e Morte de um Homem Livre”. O evento é realizado a cada dois anos no pátio da da Igreja São Cristóvão, no bairro Aymoré, em Guabiruba, e atrai em média um público de 10 mil pessoas.

Em 2015, o espetáculo terá apresentações na Quinta e Sexta-Feira Santa – 2 e 3 de abril – para proporcionar maior comodidade e segurança ao público. “Essa era uma vontade nossa, mas optamos sempre em dar um passo de cada vez. Fazer em duas apresentações foi a alternativa que encontramos para dar mais segurança para o público. Estarão disponíveis quatro mil lugares para cada apresentação”, afirma o presidente da AACSP, Arisson Sérgio Kohler.

Para a próxima edição, os organizadores também pretendem profissionalizar mais o espetáculo, com cenários e figurinos de alto padrão. “A cada edição procuramos inovar no que é viável. É um espetáculo amador, os atores são voluntários, da própria comunidade, mas teremos uma estrutura de palco, cenografia, figurino com muito mais qualidade nesta edição. Essa é a nossa preocupação”, destaca o coordenador do projeto PrismaCultural, Sergio Valle.

Em 2015, o espetáculo conta com os incentivos da Lei Rouanet para a captação dos recursos necessários e contratação de profissionais qualificados para elevar o nível do projeto. “Com o incentivo da Lei Rouanet poderemos profissionalizar algumas funções e fazer com que o espetáculo fique ainda melhor”, completa.

A 20ª edição do espetáculo “Paixão e Morte de um Homem Livre” será narrada por Maria Madalena. A cada edição, a história é contada do ponto de vista de um personagem. “É tradição cada edição ter um narrador diferente. Nos reunimos assim que terminou o espetáculo de 2013 para definir o aspecto do narrador. A partir disso, todo o roteiro, o palco, os figurinos da peça são pensados. O texto foi escrito no ano passado”, ressalta o diretor do espetáculo, Emerson Schmidt.

A produção do espetáculo segue um cronograma. Agora, o trabalho se concentra na gravação das vozes dos personagens. “Já estamos em fase de gravação em estúdio e até o fim deste mês devemos concluir”, afirma.
No fim deste mês também deve acontecer a finalização do projeto cenográfico. “O cenário vai começar a ser montado em janeiro. Já os ensaios iniciam em fevereiro até o fim de março. O ensaio geral, no cenário, acontecerá na véspera do primeiro espetáculo”, adianta.

Para o diretor, o sucesso do espetáculo se deve à comunidade. “São cerca de 330 pessoas participando do projeto, todos voluntários, que se dedicam, tem boa vontade. O sucesso do espetáculo vem desse espírito de voluntariado muito forte na comunidade”.
O espetáculo

A encenação do espetáculo “Paixão e Morte de um Homem Livre” tem duração de aproximadamente 1h30min e traz para o palco a vida de Jesus Cristo, sua paixão, morte e ressurreição. São mais de sete mil metros quadrados que compõem o cenário, entre palcos e passarelas, além de cem mil watts para garantir o som e a iluminação que encantam a plateia de aproximadamente oito mil visitantes.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio