Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Associações locais pedem que eleitores votem em candidatos de suas regiões

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Associações locais pedem que eleitores votem em candidatos de suas regiões

Raul Sartori

O bom bairrismo
Só a falta de identidade e até autoestima pode explicar a necessidade de iniciativas (e isso não é crítica, pelo contrário) de várias associações empresariais em diferentes regiões do estado com campanhas visando conscientizar o eleitor para que vote em candidatos identificados com suas cidades ou regiões. Sem seus representantes no parlamentos, a quem recorrer? Aos demagogos que só visitam suas “bases” em épocas de campanha? Esse bairrismo deve ser valorizado ao máximo. Obriga os eleitos a trabalhar.

Voz discordante
Ouviu-se numa roda nas imediações do popular Ponto Chic, em Florianópolis, o que se comenta muito no andar de cima da política estadual, ou seja, que o prefeito Joares Ponticelli, de Tubarão, a maior cidade de SC governada pelo PP, não vem deglutindo (e isso há tempos) as decisões, muito pessoais e até imperiais, do cacique-mor do partido, o deputado federal Esperidião Amin, agora candidato a governador.

Veja também:
Quais estruturas os recém-inaugurados Albergue e Centro POP oferecem a moradores de rua

Como são as gravações da terceira temporada do “Comprar é bom, levar é melhor”, com Celso Portiolli

Justiça manda retirar do Instagram vídeo de ex-vereador de Guabiruba

Avaliação
Alguns eleitores começam a pedir aos analistas políticos que indiquem a eles nomes de candidatos confiáveis em quem votar para presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual. Tarefa difícil de fazer publicamente. Mas em “off” há pelo menos três deputados federais catarinenses que no exercício do seu mandato não honraram o voto que receberam há quatro anos. Mas estão ali, reivindicando mais um mandato.

Dupla missão
Independente da campanha ao governo do Estado, o senador Paulo Bauer (PSDB) mantém as atenções também em Brasília. Seu projeto de lei 127/2018 começa a ganhar atenção na mídia nacional. A iniciativa obriga os bancos a informarem o valor da anuidade do cartão de crédito e os reajustes com ao menos 45 dias de antecedência. A matéria, que reforça decisão do Código de Defesa do Consumidor, está para ser votada na Comissão de Defesa do Consumidor no Senado. Se aprovada, vai para análise na Câmara dos Deputados.

Reconhecimento
Na última segunda-feira, o deputado federal Valdir Colatto (MDB-SC) foi homenageado em Piratuba por um motivo especial: foi responsável, no Congresso Nacional, pela aprovação de projeto de lei complementar, que já é lei federal, que aumentou em 20% os royalties de energia para municípios sedes de usinas e alagados. Ao todo, 729 municípios brasileiros de 21 estados são beneficiados e mais de R$ 500 milhões passaram a ser direcionados para eles, dos quais 33 de SC com R$ 13,6 milhões.

Atribuições de delegado
O Supremo Tribunal Federal julgou ontem parcialmente procedente ação direta de inconstitucionalidade ajuizada pela Procuradoria-Geral da República, para dar interpretação conforme a Constituição ao artigo 4º da Lei Complementar 453/2009, de SC, que confere aos delegados de polícia a atribuição de apurar, com exclusividade, as infrações penais. A relatora, ministra Cármen Lúcia, decidiu que o dispositivo deve ser interpretado de modo a haver exclusividade da atuação do delegado de polícia civil apenas quanto às atribuições de polícia judiciária.

Injúria racial
Em caso ainda raro na Justiça em se tratando de futebol, um homem foi condenado a um ano de reclusão e um ano de detenção, em regime inicial aberto, com prestação de serviços à comunidade, por injúria e ameaças a um árbitro de futebol. Durante campeonato de futebol amador realizado no oeste catarinense, o jogador, que compunha um dos times, mostrou-se bastante alterado após a marcação de uma falta e passou a disparar ofensas raciais contra o árbitro, invocando cor, índole e filiação.

Veja também:
Quando o presidente da Câmara de Brusque irá pautar o projeto do fim do recesso de julho 

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Tribunal nega habeas corpus e diretores de casa de câmbio continuam presos

Mudança de sexo
Um pedido sui generis, digamos assim, foi parar anteontem numa câmara do TJ-SC, que o rechaçou. Um transexual queria que o plano plano SC-Saúde bancasse a amputação do seu pênis, remoção dos testículos, construção de neovagina perineal e outros procedimentos destinados à redesignação de gênero.

Leitura e escrita
O presidente Michel Temer acaba de sancionar uma lei muito importante, aprovada pelo Congresso. É a 13.696, que reconhece a leitura e a escrita como essenciais para assegurar a plena cidadania e uma vida digna, tornando-as um direito do cidadãos. A norma também cria uma política nacional para fortalecer as bibliotecas públicas, com a ampliação e atualização dos acervos físicos e digitais e a melhoria da acessibilidade, e estabelece que o governo federal deve trabalhar em conjunto com estados, municípios, sociedade civil e empresas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio