Astrônomos se reúnem em Brusque

III Simpósio Catarinense de Astronomia inicia nessa quarta-feira, 30, e comemora os 35 anos do Observatório Astronômico de Brusque

Astrônomos se reúnem em Brusque

III Simpósio Catarinense de Astronomia inicia nessa quarta-feira, 30, e comemora os 35 anos do Observatório Astronômico de Brusque

Acontece nessa quarta-feira, 30, no anfiteatro da Unifebe, no Centro de Brusque, às 18h30, a abertura do III Simpósio Catarinense de Astronomia e I Seminário de Astronomia para professores da educação básica. A palestra de abertura “Origem e evolução dos buracos negros” é aberta a todos os interessados e será ministrada pelo astrofísico João Steiner. Neste ano, o evento veio para Brusque para comemorar também os 35 anos de fundação do Observatório Astronômico de Brusque – Tadeu Cristóvam Mikowski (OAB) e integrar a programação especial dos 154 anos da cidade.

O simpósio acontece em parceria com a faculdade São Luiz, Unifebe, Sesc e Secretaria Municipal de Educação. “A intenção foi realizar o I seminário aos professores para que eles possam acompanhar e ter um suporte profissional para repassar aos alunos em sala de aula”, conta o idealizador do evento e diretor do OAB, astrônomo Silvino de Souza.

Ele ressalta que o principal objetivo do simpósio é reunir pessoas interessadas em astronomia e fortalecer o que existe hoje no estado, como grupos de astronomia, associações astronômicas e os professores que desenvolvem projetos nas escolas.

A expectativa para o evento, é que 150 pessoas participem do simpósio, sendo que 67 já haviam feito inscrição antecipada. Para as oficinas, em que são disponibilizadas 70 vagas, estavam inscritos, até ontem, 55 pessoas. Todas as palestras e oficinas acontecerão em duas salas da faculdade São Luiz.

Segundo o astrônomo Souza, todas as oficinas estão com grande procura, mas em especial a “Quando é o seu aniversário?”, que fala sobre os calendários: Gregoriano e Maia e, “Horas de Sol e Sombra”, que orienta a medir o tempo através de um relógio de sol e da observação das sombras. “Os professores terão a oportunidade de aprender a montar seus próprios instrumentos e depois levar para a sala de aula para fazer com os alunos. Terão a possibilidade de experimentar na prática”, diz.

Um dos idealizadores do simpósio e astrônomo amador, Alexandre Amorim, também participará do evento e realizará duas apresentações: “observação do eclipse total da lua” e “registros astronômicos do padre Raulino Reitz”. Para ele, esse evento é uma maneira de reunir e reencontrar amigos da área. “Este tipo de encontro acontece em nível de Brasil e faltava em Santa Catarina. É importante sabermos onde se pratica a astronomia no estado, quem está praticando e pesquisando e quais grupos existentes”, diz.
I Encontro Catarinense
A ideia do simpósio surgiu após a primeira edição do Encontro Catarinense de Astronomia, em Brusque, em 2011. O diretor do Observatório Astronômico de Brusque (OAB), Silvino de Souza, diz que a intenção era montar um encontro para agregar astrônomos e amadores de Santa Catarina. “O interesse foi grande e com a grande procura, resolvemos transformar o encontro em simpósio”, conta.
O I Simpósio aconteceu em Florianópolis, em 2012. No ano seguinte, a edição foi sediada em Videira. “A escolha dos locais para o evento é feita por meio de uma plenária. A cidade se disponibiliza e então acontece a eleição”, diz Souza. Para o diretor do OAB, a “expectativa para esta edição é das melhores, por terem preparado um evento mais recheado, atrativo e diversificado”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio