Prazo para adesão ao Cadastro Ambiental Rural termina na quinta-feira, 5

Até janeiro 310 imóveis rurais foram cadastrados na região

Prazo para adesão ao Cadastro Ambiental Rural termina na quinta-feira, 5

Até janeiro 310 imóveis rurais foram cadastrados na região

Ferramenta utilizada pelo governo federal e pelos próprios proprietários para o planejamento ambiental e econômico do uso e da ocupação do imóvel rural, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) segue até a próxima quinta-feira, 5. Até janeiro, 310 imóveis de Brusque, de Guabiruba e de Botuverá haviam sido cadastrados, segundo a Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina.

O número representa 0,13% do total de cadastros efetuados em todo o estado até a mesma data – 238 mil. Dos 310 imóveis cadastrados na região, 222 foram de proprietários de Guabiruba, 85 de proprietários de Brusque e 31 de proprietários de Botuverá.

Em Guabiruba, a prefeitura auxilia os moradores a realizarem o processo no site do CAR. Até quarta-feira passada, 20, a administração municipal recebeu os documentos dos proprietários. Agora, finalizará esses cadastros. Segundo o engenheiro agrônomo Juliano Piske, a prefeitura tem cerca de 40 processos para terminar.

“Recentemente terminamos cerca de 10 cadastros. A demanda não foi grande aqui na prefeitura. E mesmo que Guabiruba não tenha tantos imóveis rurais, esperávamos mais, principalmente porque estamos há quase um ano fazendo”, diz.

Assim como a prefeitura de Guabiruba, a prefeitura de Botuverá também auxilia os moradores do município. De acordo com o assistente administrativo Rogério Comandolli, em Botuverá, cerca de 50% do total de propriedades rurais foram cadastradas até o momento.

“Como o prazo é até dia o 5, a gente suspendeu os novos cadastros e estamos fazendo os que entregaram anteriormente, mas depois vamos continuar fazendo, então os moradores vão poder continuar procurando a prefeitura para fazer. E eu acredito que o prazo será prorrogado novamente”, diz.

Comandolli afirma que a administração municipal informou aos moradores, por meio das igrejas, de audiências públicas e das rádios, sobre o CAR. Ainda assim, segundo o assistente administrativo, alguns não se importaram com o cadastro e outros deixaram para a última hora.

Diferente de Botuverá e de Guabiruba, a prefeitura de Brusque não auxilia os moradores a cadastrarem os dados no site do CAR. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brusque, Valdemiro Boing, os proprietários estão fazendo o cadastro por conta própria contratando um profissional.

“É muito complicado mexer no sistema do CAR e entender as informações, então eles precisam da ajuda de alguém que entenda. Quando os proprietários vêm me procurar, eu estou indicando um engenheiro florestal que eu sei que está fazendo”, diz.

Ainda de acordo com Boing, Brusque tem, em média, 470 propriedades rurais.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio