Conteúdo exclusivo para assinantes

Atletas formadas no Barateiro fazem sucesso no Leoas da Serra, em Lages

Projeto serrano conquistou a Copa do Brasil e foi vice-campeão do Catarinense

Atletas formadas no Barateiro fazem sucesso no Leoas da Serra, em Lages

Projeto serrano conquistou a Copa do Brasil e foi vice-campeão do Catarinense

Multicampeãs com o Barateiro, Amandinha, Jhennif e Diana agora encantam em outras terras. Foi em Lages que o trio encontrou sequência no futsal feminino, e ainda mantém a rotina campeã: em setembro ajudaram o Leoas da Serra na campanha do título da Copa do Brasil da modalidade neste mês foram vice-campeãs do Campeonato Catarinense de Futsal Feminino.

As jogadoras foram formadas pelo clube brusquense e alcançaram as principais glórias de suas carreiras no berço da fiação catarinense, mas, com o fim do elenco adulto do Barateiro, passaram a atuar pelo projeto serrano nesta temporada.

Desejo de sucesso
Presidente do Barateiro, Daniela Civinski, a Dani, se disse contente com a nova empreitada das atletas, principalmente por terem sido catapultadas para a glória por meio do clube brusquense. “Elas cresceram, se desenvolveram e se são o que são hoje é por causa do Barateiro. Ficamos felizes e satisfeitos com o desempenho delas no Leoas. A Amandinha foi três anos eleita melhor do mundo defendendo nosso clube”.

Sem time adulto, agora o Barateiro concentra forças para formar mais atletas provindas da base, assim como foi no começo do projeto. “Temos um nome muito forte e respeitado no cenário do futsal feminino. Com certeza estamos no caminho certo”, completa.

Sucesso nacional

Após estratégias de marketing, Leoas chega a ter média de 3 mil pessoas no Jones Minosso. Foto: Gugu Garcia / Divulgação

Com um projeto consideravelmente recente – o Leoas da Serra nasceu em 2013 -, o time lageano obteve grande visibilidade em 2017 com a disputa da Copa do Brasil. Isso se deve, principalmente, após o lindo lance da atleta Jéssica Getúlio, que durante uma partida da competição aplicou uma lambreta na adversária e completou com um chute para as redes sem deixar a bola cair no chão.

O lance foi gravado e, no mesmo dia, repercutiu em todas as redes sociais, inclusive em páginas nacionalmente reconhecidas como a do Globo Esporte e a oficial do atleta Falcão. Com essa jogada, os veículos de comunicação de todo o Brasil voltaram suas atenções ao clube serrano: Fernanda Gentil, repórter da Rede Globo, fez uma matéria para o programa Esporte Espetacular.

Engana-se, porém, quem pensa que a gravação do gol de Getúlio foi um caso de sorte. Segundo o diretor de futebol e comunicação do clube e criador do projeto, Mauricio Neves de Jesus, as gravações são uma estratégia de promoção das atividades do Leoas. “Desde o início do projeto, quando a gente participava só das competições municipais e regionais, eu incluí no nosso orçamento uma câmera e um cinegrafista. A ideia é alcançar o maior número de pessoas possível, mesmo as que não estão presentes no ginásio”.

O início foi difícil porque a abertura da mídia não era fácil. Com as redes sociais, porém, o Leoas conseguiu virar o jogo. “A ideia é que se a mídia não nos cobre, nós mesmos nos cobriríamos. Agora até mesmo nos jogos fora o cinegrafista está presente”, explica.

Esse investimento na comunicação foi um fator fundamental para que o público abraçasse de vez o projeto. Segundo Jesus, as médias de público tiveram um crescimento assombroso. “Antes nós contávamos com uma média de 200 pessoas, e agora são cerca de 3 mil por partida. Foi um trabalho de marketing que nos trouxe grande reconhecimento”.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio