Ator da TV Globo participará de espetáculo em Guabiruba

Nesta edição, o ator global Julio Rocha se une aos 400 voluntários do teatro Paixão e Morte de um Homem Livre

Ator da TV Globo participará de espetáculo em Guabiruba

Nesta edição, o ator global Julio Rocha se une aos 400 voluntários do teatro Paixão e Morte de um Homem Livre

Neste domingo, 22, o pátio da capela São Cristóvão, bairro Aymoré, em Guabiruba, recebeu o primeiro ensaio do espetáculo Paixão e Morte de um Homem Livre, apresentado pela Associação Artístico Cultural São Pedro (AACSP), com coordenação de projeto da PrismaCultural.

Cerca de 400 voluntários participaram do evento e, pelos próximos seis domingos consecutivos, estarão reunidos nos ensaios para o espetáculo que, este ano, acontece nos dias 2 de abril, às 20h30 e 3 de abril, às 19h30, respectivamente, Quinta e Sexta-Feira Santa.

A 20ª edição do evento terá apresentações em dois dias. Os ingressos serão vendidos de forma antecipada, ao valor de R$ 10. Cada apresentação tem um público limitado de quatro mil pessoas. No entanto, a principal novidade, foi o anúncio de que o ator global Julio Rocha fará parte do espetáculo, no papel de Herodes. O ator interpretou o médico Jacques na novela Amor à Vida, em 2013, e Enzo na novela Fina Estampa, em 2011, entre outros personagens.

Voluntariado

O produtor executivo do espetáculo, Gilmar Celva, destaca que sem os mais de 400 voluntários o projeto não seria possível e nem se perpetuaria por quase 30 anos. “Começamos pequenos, no salão da capela São Pedro. Depois passamos a realizar a Via Sacra pelas ruas do bairro, seguida pela apresentação nas escadarias e no interior da capela. A cada ano aumentava o número de expectadores, até a formatação do espetáculo e sua transferência para o bairro Aymoré, onde é apresentado até hoje. O trabalho voluntário, no entanto, é a peça fundamental de tudo isso. Sem estas pessoas que doam seu tempo pela causa, o teatro não aconteceria”, explica Celva.

O presidente da AACSP, Arisson Kohler, diz que apesar do crescimento da estrutura, os voluntários continuam sendo fundamentais para o espetáculo. “Esta caminhada muito bonita começou em 1986, com apenas 26 pessoas, no bairro São Pedro. Desde então, muita coisa mudou. As apresentações evoluíram e tomaram as proporções que conhecemos, com mais de dez mil expectadores em uma única edição. Mas o que não mudou foi a essência do trabalho, da dedicação e do suor de muitos voluntários que amam o teatro, amam ajudar e amam a história da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo”.

Já o diretor artístico do teatro, Emerson Schmidt, reforça o compromisso em apresentar um projeto cada vez melhor. “Tenho certeza de que esta edição será uma das mais belas apresentações já desenvolvidas. Prova disso é que, já no primeiro espetáculo, contamos com as cenas e as trilhas sonoras já finalizadas. É provável que aconteçam algumas alterações, mas o produto está completo”.

Desde 2007, a Associação Artístico Cultural São Pedro (AACSP) recebe a assessoria da PrismaCultural. Para esta edição foram aprovados incentivos da Lei Rouanet, com patrocínio da empresa Guabifios e apoio da Prefeitura de Guabiruba.

 

Toda a estrutura de palco está finalizada e já foi usada para o primeiro ensaio na tarde deste domingo, 23
Toda a estrutura de palco está finalizada e já foi usada para o primeiro ensaio na tarde deste domingo, 23
Cerca de 400 pessoas ouviram com atenção todas as mudanças e novidades desta edição do espetáculo

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio