Avaliações da seleção brasileira Infanto Juvenil iniciaram em Brusque

Do grupo de 20 meninas, 16 são catarinenses e 6 do time de Nova Trento

Avaliações da seleção brasileira Infanto Juvenil iniciaram em Brusque

Do grupo de 20 meninas, 16 são catarinenses e 6 do time de Nova Trento

Desde esta quinta-feira, 8 de março, na Arena Brusque, vinte meninas, entre 15 e 16 anos, dos estados do Paraná e Santa Catarina disputam entre si vagas na categoria Infanto-Juvenil.

E o sonho de integrar e evoluir com a seleção brasileira da categoria passa pelos olhos da comissão técnica da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei). 


“Essa categoria, em especial, requer uma atenção especial. Nas Olimpíadas de 2016 elas vão estar com 20 anos. Então, é um projeto de, quem sabe, ter até uma atleta olímpica entre essas jogadoras, quem sabe de Santa Catarina”, explica Maurício Thomas, técnico responsável pela avaliação

Toda importância de conseguir uma das vagas nessa seletiva está bem entendido na mente das meninas. 

– A seleção brasileira é o topo da carreira e começando assim cedo na base é o primeiro passo. Eu muito foco de melhorar e acho que isso pode me ajudar a crescer no vôlei. Estar aqui ajuda bastante, porque  passa a viver uma experiência diferente, muito importante – disse a brusquense Karoline Tormena, ponteira do time de Nova Trento. 

Do total de 20 meninas, 16 são catarinense, sendo seis delas da equipe de Nova Trento. O restante são do estado do Paraná. As avaliações seguem até domingo, 11 de março. 

** Confira a matéria na íntegra na edição impressa do Jornal Município Dia a Dia desta sexta-feira, 9 de março.



Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio