Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Aversão dos catarinenses a Lula deve resultar na maior rejeição do PT nessas eleições

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Aversão dos catarinenses a Lula deve resultar na maior rejeição do PT nessas eleições

Raul Sartori

Anti-PT
O PT, tanto no âmbito nacional como estadual, passa, por estes dias, pelo que se pode dizer o pior momento de sua história. Como este espaço transita entre uma grande e uma pequena cidade, impressiona, em ambas, como o eleitor esperou o momento apropriado para extravasar sentimentos contrários ao partido e seus erros, que não foram poucos e que lhes faltou, sempre, humildade em reconhece-los. Eleitores que não votam em Fernando Haddad para presidente ou Décio Lima para governador de SC não porque não gostam deles, e sim pelo fato de ter aversão a Lula e PT. E pelos indicativos dados pelos institutos de pesquisa, há a possibilidade de os catarinenses darem a Jair Bolsonaro (PSL), proporcionalmente, a maior vitória entre todos os 27 Estados do país. A conferir.

Rejeição
A rejeição a Fernando Haddad, que subiu nacionalmente de 32% para 41% na pesquisa Datafolha divulgada terça-feira, cresceu em todas as regiões, especialmente entre catarinenses, gaúchos e paranaenses. Em relação à pesquisa divulgada dia 28, a porcentagem de eleitores que diziam não votar de jeito nenhum no petista pulou de 37% para 52%. Impressionante.

Expressão
Luciano Hang, o dono da Havan, não sai mais de casa, há semanas, sem vestir uma vistosa camiseta com a frase “O Brasil que queremos só depende de nós”. Acredita que ali está o pensamento do empresariado que apoia Jair Bolsonaro, como ele, de forma que beira o fanatismo.

Leitura
Do blogueiro Claudio Humberto, acertando na mosca: “Os adversários ainda não perceberam que é o eleitorado quem arrasta Bolsonaro, e não o contrário. Seu mérito é se deixar usar pelo clamor dos eleitores pela ruptura com o sistema político que enoja a maioria”.

Passaporte
A colunista política do “Jornal do Brasil”, Tereza Cruvinel, inconformada com o desempenho de Jair Bolsonaro, desmunhecou, ontem. Escreveu que quem nunca ouviu alguém dizer que deixará o Brasil se o capitão reformado virar presidente, “que trate de conferir o passaporte”.

Comunicação
O Judiciário catarinense quer se comunicar melhor. O Tribunal de Justiça está planejando a transformação do seu atual setor de comunicação em uma agência de notícias da Justiça estadual.

Internet lenta
Em ação coletiva originária de SC, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu a ocorrência de publicidade enganosa e garantiu a consumidores a possibilidade de rescisão de contrato, sem cobrança de encargos, caso haja desacordo com a velocidade mínima garantida pelo serviço de internet Net Vírtua. A decisão, de terça-feira, tem validade em todo o território nacional. Comprovou-se que a empresa oferecia internet banda larga em velocidade muito inferior àquela veiculada em seus informes publicitários.

Observatório
SC é oficialmente, o primeiro Estado do Brasil a ter um observatório social de âmbito estadual. A entidade, sem fins lucrativos, lançada esta semana, com apoio da Fiesc e várias outras organizações empresariais, irá representar as 27 entidades congêneres instaladas nos municípios catarinenses. O propósito maior dos OSs são contribuir para a eficiência da gestão pública, a transparência e a correta aplicação dos recursos públicos, livre de interesses pessoais ou político-partidários. Já se vê administrador público com verdadeiro pavor deles.

Importunação
Vai para a história do sexo em SC, se assim se pode dizer, o convertimento em prisão preventiva, pelo juiz Rafael Brüning, da 4ª Vara Criminal de Florianópolis, do flagrante envolvendo um homem acusado de importunação sexual a uma mulher dentro de um ônibus na região metropolitana da Capital. A prática é considerada crime desde a semana passada, após sanção de lei federal. O tarado foi surpreendido por passageiros ao passar a mão por dentro da blusa da vítima.

Desprezo
O incêndio do Museu Nacional está ali, vívido, na memória de todos. Nem por isso há cuidados com os museus. Uma pesquisa da Fundação Catarinense de Cultura revelou que 45% deles em SC passaram por algum tipo de incidência de infiltração; 31% tiveram registro de furto ou roubo e só 36% tinham alvará de bombeiros pra funcionamento. De lá para cá a situação só piorou.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio