Bacia do PAC tem obra paralisada por instabilidade do solo

Faltando três meses conclusão, obra apresenta mais problemas do que soluções para moradores do entorno do Parque das Esculturas

Bacia do PAC tem obra paralisada por instabilidade do solo

Faltando três meses conclusão, obra apresenta mais problemas do que soluções para moradores do entorno do Parque das Esculturas

O solo instável na escavação parou Bacia Parque das Esculturas – Crédito: Sarita Gianesini
A aposentada Terezinha de Jesus Gartner, 67 anos, define em uma palavra a situação da casa que aluga na rua Manoel de Souza, Centro II: precária. A propriedade de dona Terezinha é paralela à Bacia Parque das Esculturas, que faz parte do projeto de Macrodrenagem do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Segundo a aposentada, os problemas começaram junto com a execução das obras. Os alagamentos, existem desde sempre, mas com o trabalho das máquinas pesadas,  vieram as rachaduras por toda a casa, o muro que caiu e as calçadas que foram danificadas. 

Terezinha ainda relata que comunicou o poder público, em busca de soluções. No entanto, a resposta que obteve foi de que precisaria ter paciência e esperar. 
– Venho aqui ver e volto para casa desanimada. Faz duas semanas que não vejo mais ninguém trabalhando no PAC. 
A Sulcatarinense é a empresa responsável pela execução da obra. E, na opinião de João Luiz Sedrez, 61 anos, morador da rua Manoel de Souza, a obra está uma desgraça. 

– Começaram e parece que não tem fim. Estamos aí há quase um ano e a obra não sai do lugar – revolta-se. 

O aposentado também aponta rachaduras na fundação da casa, as calçadas e o muro que foram quebrados pela obra do PAC. Sedrez explica que a Sulcatarinense refez o muro, mas a reconstrução já apresenta pontos trincados. 

**Confira na edição de quinta-feira a reportagem completa sobre o andamento das obras da Bacia Parque das Esculturas, os problemas enfrentados pelos moradores com as obras e as respostas do poder público. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio