Bairro Santa Rita pode ser declarado infestado pelo mosquito transmissor da dengue

Região lidera as estatísticas no município

Bairro Santa Rita pode ser declarado infestado pelo mosquito transmissor da dengue

Região lidera as estatísticas no município

A Secretaria Municipal de Saúde de Brusque, por meio do Programa de Combate a Endemias, já registrou 62 focos do mosquito Aedes Aegypti do início de janeiro até o dia 5 de fevereiro de 2019. O número é considerado elevado, pois, durante 2018, foram registrados 209 casos.

O que mais chama atenção foi o aumento significativo de larvas encontradas no bairro Santa Rita, que já chega a 21 focos do inseto, seguido pelos bairros Santa Terezinha (12), Nova Brasília (7) e Centro I (6).

Segundo a coordenadora do programa, Letícia Figueredo, há um risco eminente de o bairro Santa Rita ser declarado como local infestado pelo Departamento Estadual de Vigilância Epidemiológica (Dive). Atualmente, dois bairros da cidade já são considerados infestados: Santa Terezinha e Nova Brasília.

“Precisamos novamente alertar a população para os cuidados básicos, o acúmulo de água parada e, principalmente, conscientizar sobre a importância de dar acesso aos agentes de combate a dengue nos imóveis”, comenta.

O número de casos suspeitos das doenças, porém, permanece estável. Em comparação com o primeiro mês de 2018, os dados são parecidos. Brusque registrou em cada período sete casos suspeitos (cinco de dengue e dois de chikungunya). No ano passado todos foram descartados e, em 2019, três casos estão sob investigação.

“O que nos ameniza essa situação é que ainda não foram confirmados casos da doença, apesar da elevação do número de focos”, analisa Letícia. Este ano, já foram realizadas ações no Cemitério Municipal Parque da Saudade e visitas pontuais nos bairros com as maiores incidências de larvas.

Para o mês de março está previsto o “Levantamento de Índice Rápido” (LIRA), ação coordenada e supervisionada pela Superintendência de Vigilância em Saúde, que visa gerar um diagnóstico mais detalhado sobre a infestação do mosquito Aedes Aegypti em Brusque.