Bebê nasce em ambulância a caminho do hospital, em Guabiruba

O parto de Tatiane Maria Ferreira foi realizado pela equipe do Corpo de Bombeiros Militar da cidade

Bebê nasce em ambulância a caminho do hospital, em Guabiruba

O parto de Tatiane Maria Ferreira foi realizado pela equipe do Corpo de Bombeiros Militar da cidade

Um atendimento trouxe alegria ao Corpo de Bombeiros Militar de Guabiruba no fim da tarde de segunda-feira, 28 de janeiro. Diferente das ocorrências que atendem, os socorristas realizaram um parto dentro da ambulância, logo após serem acionados pelo 193. A pequena Amanda não esperou chegar ao Hospital Azambuja e precisou de cuidados no meio do caminho. 

O cabo Marcos Antônio Santos auxiliou no parto da jovem Tatiane Maria Ferreira, 25 anos. “A bolsa já havia rompido e encontramos a gestante no meio do caminho. Transferimos do carro em que estava para a ambulância e estávamos indo em direção ao hospital”, relata. 

Durante o trajeto, o cabo diz que como a gestante sentia muitas dores e a cabeça do bebê já estava aparecendo, pararam a ambulância e iniciaram o trabalho de parto. O nascimento de Amanda aconteceu de forma normal, em frente ao Posto de Combustível Carol, na rua Brusque. “Foi bem tranquilo. A gestante estava nos nove meses de gestação e não tivemos nenhuma dificuldade”, comenta o cabo Marcos Antônio. 

Segundo o cabo, esta é a 8ª vez que realiza um parto dentro da ambulância. “Não é uma novidade para mim, mas é sempre uma alegria. Gera uma emoção, porque é diferente de um acidente que atendemos”, afirma.

Além do cabo, também ajudaram no parto o soldado Jair e a agente da Defesa Civil, Cinthia. Os socorristas limparam as vias aéreas da criança, que em seguida começou a chorar, cortaram o cordão umbilical, enrolaram em um pano e o colocaram nos braços da mãe. “Depois seguimos para o hospital, para que ambos recebessem atendimento médico”, completa o cabo.

Mãe e bebê passam bem

Amanda nasceu para preencher mais um espaço na família de Tatiane e Adilson. Além dela, o casal já tem dois filhos: Thaissa, 8, e Alisson, 2. Ainda no hospital, a mãe falou com a reportagem do MDD e agradeceu os cuidados do Corpo de Bombeiros de Guabiruba. “Fui muito bem atendida e tive um parto tranquilo com a ajuda deles”, disse.

Segundo a mãe, está tudo bem com a pequena Amanda, que nasceu com 3,680 kg e 50 cm de comprimento. “Devo ir para casa amanhã (quarta-feira, 29) e estamos bem”, garante Tatiane.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio