Dia das Mães - Partos IncríveisNo dia do nascimento do filho de Letícia Farias Gouveia, de 33 anos, o pequeno Victor Farias Tagliari trouxe duas surpresas: além de chegar 15 dias antes do previsto, ele nasceu em casa, em Guabiruba.

A empresária conta que idealizou o parto humanizado para o pequeno Victor, hoje com 9 anos, mas jamais imaginou que o nascimento pudesse ser tão natural e tranquilo.

A moradora do bairro Guabiruba Sul conta que no dia 23 de setembro sentiu algumas dores. Letícia, que não imaginou que o bebê estava a caminho, foi surpreendida com o aumento das dores.

Mãe de primeira viagem foi surpreendida com rapidez de nascimento do filho  | Foto: Arquivo pessoal

Após sentir as primeiras dores, a gestante pediu para o marido Maicon Robert Tagliari, 37, informar o médico. O obstetra até questionou o tempo entre as dores, mas devido ao adiantamento do período previsto para o nascimento e a falta de ritmo entre as dores, o médico acreditou que não era nada demais.

“Nem passou pela minha cabeça que já eram as contrações do parto. Eu fiquei esperando aquela dor do parto que todas as mulheres falam que é insuportável. Talvez por ser tão rápido nem deu tempo de sentir a dor mesmo”.

Mesmo assim, o profissional pediu para a doula ir até a residência da família e, caso ela identificasse que o bebê estava a caminho, eles iriam ao hospital. Pouco tempo depois, por volta das 3h, a bolsa dela estourou. “Quando a doula chegou, o bebê já estava coroando. Eu tinha acabado de tomar banho, estava sentindo muitas dores e elas estavam piorando. Quando ela chegou ele já estava nascendo, nem deu tempo da gente se cumprimentar”.

Primeiro filho do casal nasceu 15 dias antes do esperado e surpreendeu toda a família | Foto: Arquivo pessoal

A empresária diz que a doula perguntou como ela estava e recorda de responder: “eu acho que ele vai nascer”. A auxiliar de parto fez a avaliação e constatou que Victor estava vindo ao mundo.

Na reta final da gravidez, Letícia conta que colocava o colchão no chão para dormir, pois sentia dificuldades para deitar na cama. Ali no colchão na sala, que servia como a cama improvisada do casal, a doula fez o parto do bebê e às 6h30 Victor já estava no colo da mãe.

O parto foi planejado para acontecer no Hospital Dom Joaquim. A doula até ligou para o médico, mas ele só conseguiu chegar após o nascimento para avaliar a mãe e o bebê.

Casal planejou um parto humanizado no hospital, mas o pequeno Victor escolheu nascer em casa | Foto: Arquivo pessoal

“Eu estava me sentindo muito bem. Quando ele nasceu, parecia que eu não sentia mais nada, estava bem, só estava cansada. Não durou meia hora todo o processo do parto”.

A mãe conta que durante toda a gravidez fez cursos para gestantes e procurou estudar bem sobre o assunto para não ter dúvidas. Ela estava se preparando para um parto longo e ficou surpresa com a rapidez e tranquilidade que teve no momento especial. “Foi uma mistura de sentimentos. Eu estava feliz, com medo, aflita. Nós não esperávamos”

Pouco tempo depois, o casal foi registrar o bebê. “Foi um evento inusitado mesmo. Foi o primeiro caso aqui em Guabiruba. Chegamos no cartório para registrar e eles falaram que era um dos poucos casos de um guabirubense que nasceu em Guabiruba.”

Letícia e Maicon com o filho Victor Farias Tagliari, hoje com 9 anos | Foto: Arquivo pessoal

Conheça as histórias de partos incríveis nos links abaixo ou no menu acima.

– Em frente ao hospital
– Três filhos, três partos diferentes
– Dentro da bolsa amniótica
– Parto a caminho do hospital
– Dentro da piscina e na sala de casa
– No conforto da casa dos pais

Deixe uma resposta