Blitze abordaram quase 3 mil veículos

Órgãos de segurança apresentaram balanço das blitze da Lei Seca no primeiro semestre

Blitze abordaram quase 3 mil veículos

Órgãos de segurança apresentaram balanço das blitze da Lei Seca no primeiro semestre

Nas 10 operações Se Beber, Não Dirija realizadas no primeiro semestre em Brusque foram abordados 2.885 veículos e lavradas 756 infrações, sendo 32 por embriaguez ao volante. Esses números foram divulgados ontem pelos órgãos que participam das blitze: polícias Civil e Militar; Guarda de Trânsito; Ministério Público; Tiro de Guerra; Corpo de Bombeiros; e Instituto Geral de Perícias.

Além disso, foram removidos uma centena de automóveis e recolhidos 103 documentos. Para o secretário de trânsito e mobilidade, Paulo Sestrem, o resultado é positivo porque o número de mortes diminuiu, quando comparado com o primeiro semestre de 2013. Até o momento foram oito óbitos nas ruas de Brusque, sendo que seis destes foram sob jurisdição da PM e da GTB (os outros dois foram na cidade, mas já sob responsabilidade da Polícia Rodoviária Estadual). “É claro que seis mortes não é bom, mas a redução mostra que a fiscalização está surtindo efeito. A integração entre todos estes órgãos foi muito importante para este resultado”, disse Sestrem.

“Aqui em Brusque, mesmo quando o motorista não faz o bafômetro, se o policial constata que ele está em estado de embriaguez visível, ele é levado para a delegacia. E o caso não é esquecido, ele é denunciado pelo Ministério Público, sim”, afirmou a promotora do Ministério Público, Susana Carnaúba. De acordo com o relatório, no primeiro semestre, em casos não só relacionados com as blitze, o MP denunciou 99 pessoas por embriaguez.

Planejamento
O major disse que o planejamento das operações leva em conta os horários e locais mais ocorrências. No caso de grandes eventos, a fiscalização é intensificada, o que já gerou críticas da comunidade. “Ninguém é proibido de beber, só não pode misturar com a direção. A fiscalização vai continuar”, afirmou o major Gomes. De janeiro a junho foram feitas operações nos seguintes locais: Centro, Centro II, Águas Claras, Primeiro de Maio, Santa Terezinha, Santa Cruz e Santa Rita. A intenção do comando da PM é estender as blitze para outros bairros.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio